O que são doenças assintomáticas e como identificá-las?

consulta médica

Como não apresentam sintomas de alerta, casos tendem a ser diagnosticados tardiamente, aumentando os riscos e complicações

Também conhecidas como doenças silenciosas, as doenças assintomáticas apresentam um grande risco à saúde. Sem indícios aparentes ou com sintomas leves, que se confundem com situações comuns como resfriados e alergias, elas podem acabar passando despercebidas por um longo período.

Com a falta de sinais de alertas, as doenças assintomáticas tendem a ser diagnosticadas quando atingem um estágio avançado, podendo ainda influenciar o surgimento de outras doenças mais graves.

O diagnóstico precoce é melhor forma de tratamento para diversas comorbidades. Por isso, é importante manter a saúde em dia, com visitas periódicas ao médicos, mesmo sem estar doente. Realizar check-ups ao menos uma vez por ano é fundamental para detectá-las precocemente.

Algumas dessas doenças são comuns e conhecidas por boa parte da população, como por exemplo, diabetes, hipertensão e osteoporose. Confira:

> Diabetes tipo 2:
Surge geralmente após os 40 anos e responde por cerca de 90% dos casos no Brasil. Estima-se que mais de 10 milhões de brasileiros convivem com esse diagnóstico silencioso. A doença está relacionada à qualidade de vida, obesidade, sedentarismo, antecedentes familiares e pressão alta.

Geralmente, as complicações se instalam antes do diagnóstico ser feito e os sinais mais frequentes são: aumento repentino de apetite, vontade de urinar a todo momento e algumas alterações visuais. A doença é diagnosticada por meio de exames de glicemia.

> Hipertensão Arterial:
Sintomas como dores de cabeça e tontura, só aparecem em alguns casos com aumento expressivo e repentino da pressão. Conhecida como pressão alta, a hipertensão está relacionada ao risco de possíveis doenças cardíacas, problemas renais e distúrbios na vista.

Cerca de 90% dos casos têm causas genéticas, embora as chances aumentem com o tabagismo, alto consumo de bebidas alcoólicas e má alimentação. Para diagnosticá-la é preciso apenas medir a pressão arterial ao menos uma vez ao ano, ou no mínimo duas vezes se houver casos na família.

> Osteoporose:
Não apresenta nenhum sintoma e a maioria das pessoas só a identifica após sofrer alguma fratura.
A doença é a principal causa de fraturas na população acima de 50 anos e afeta especialmente as mulheres na pós-menopausa e idosos, pois causa uma diminuição na massa óssea.

O diagnóstico é realizado por meio do exame de densitometria óssea, indicado para mulheres após os 65 anos e para homens após os 70, ou pessoas mais jovens que apresentam baixo peso ou fraturas prévias.

A osteoporose pode ser causada por fatores genéticos, sedentarismo, falta de consumo de cálcio e de vitamina D.

Olá!

Este é o blog Vida Saudável, um espaço focado nas melhores dicas e informações sobre saúde e bem-estar, tudo com a assinatura da gestão Pró-Saúde.

Aproveite!


Últimos posts