Diabetes: entenda a doença e seus fatores de risco

diabetes

No Dia Mundial do Diabetes, saiba porquê pacientes com a doença integram o grupo de risco para a Covid-19

Para reforçar a prevenção e as dificuldades vividas pelos pacientes, a Organização Mundial da Saúde (OMS), promove em 14 de novembro, o Dia Mundial do Diabetes. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a doença afeta mais de 13 milhões de brasileiros, número que tende a aumentar, acompanhando o aumento da obesidade.

O Diabetes mellitus é uma doença crônica que afeta o controle da glicose (açúcar) no sangue. É causada pela falta ou mal funcionamento da insulina, hormônio produzido no pâncreas. Com isso, o açúcar, que não é transformado em energia, se acumula nas células sanguíneas e não produz outras substâncias (proteínas, músculos e gordura).

É por esse motivo que os diabéticos são considerados grupo de risco para a Covid-19, já que o excesso de glicose no sangue contribui para agravar os sintomas e dificulta o combate ao vírus. A doença ainda aumenta as chances para a hipertensão, obesidade e doenças renais.

Diabetes tipo 1 tem causas genéticas, e na maioria das vezes, é descoberta ainda na infância – podendo também ocorrer em infecções virais. Já o tipo 2, que soma 90% dos casos, tem como fatores de risco:

> Obesidade;
> Hereditariedade;
> Falta de atividade física regular;
> Hipertensão;
> Níveis altos de colesterol e triglicérides;
> Uso de medicamentos, como os à base de cortisona;
> Idade acima dos 40 anos;
> Estresse emocional.

Por ser na maioria das vezes uma doença assintomática, o diabetes tipo 2 é identificado por meio de exames de sangue para avaliar a glicemia. Pessoas que se encaixam nos fatores de risco devem realizá-lo com mais frequência.

Para evitar o acúmulo ainda maior de açúcar, os diabéticos precisam adotar uma dieta que restringe diversos alimentos como frituras, doces e ultraprocessados, além de evitar o tabagismo e adotar hábitos de vida mais saudáveis.

Mesmo com as restrições, o consumo de algumas frutas é “liberado” e até recomendo. No entanto, é importante consumi-las com a casca, se possível, já que é a parte rica em fibras. Veja 5 exemplos:

> Abacate;
> Laranja;
> Pêra;
> Maçã;
> Manga.

Olá!

Este é o blog Vida Saudável, um espaço focado nas melhores dicas e informações sobre saúde e bem-estar, tudo com a assinatura da gestão Pró-Saúde.

Aproveite!


Últimos posts