Pílula 70 – Ética na saúde

A ética é fundamental nas relações de convivência e está diretamente ligada ao respeito ao próximo, às leis e à instituição para a qual trabalhamos. Por isso, ser ético é exercer as atividades profissionais com competência, transparência, respeito e responsabilidade.

De acordo com o Código de Ética e Conduta da Pró-Saúde, “[…] As pessoas assistidas pela entidade devem ser tratadas com respeito e dignidade, as quais devem receber serviços de excelência, sendo que informações relativas a elas, fornecidas diretamente, ou aquelas obtidas por outros meios, são de caráter sigiloso, sendo vedada a sua utilização para fins diversos aos que se destinam”. 

Veja algumas dicas para adotar uma conduta mais ética na saúde, no relacionamento com o paciente e até mesmo na interação com a equipe.

• Manter o sigilo do paciente   

O sigilo é um princípio ético indispensável. Por isso, é muito importante tomar cuidado para não divulgar quaisquer informações que tenham origem no atendimento assistencial.

Da mesma maneira, deve-se manter em sigilo as informações clínicas ou que sejam provenientes de estudos compartilhados e debatidos pela equipe multidisciplinar. A regra vale mesmo que os dados tenham sido obtidos em discussões, prontuários ou relatos.

• Respeitar as normas internas e externas   

Todas as profissões da área de saúde estão vinculadas a Conselhos de classe específicos que procuram regular a prática, normatizar a atuação e defender os direitos dos profissionais. Essas instituições estabelecem códigos de ética para nortear e estimular uma atuação positiva.

Por isso, é muito importante respeitar as normas e regras internas.

  • Saber usar as mídias sociais   

    A tecnologia tornou todas as relações mais dinâmicas e, nos dias de hoje, sites como o Facebook e Instagram podem ser excelentes para divulgar conhecimento e informações.

    No entanto, isso também traz algumas implicações quanto à ética na saúde e à maneira como os profissionais da área podem se relacionar com os pacientes ou com outros integrantes da equipe multidisciplinar. É vedado, por exemplo, fazer publicidade que prometa resultados.

    Na Pró-Saúde, não é permitido manifestar-se em nome da entidade nas redes sociais sem prévia autorização. A melhor forma de interação é o compartilhamento dos conteúdos publicados em nossas redes oficiais.

A instituição possui um Código de Ética e de Conduta que apresenta diretrizes sobre como agir de forma ética, íntegra e transparente.

Tem alguma dúvida sobre o tema? Faça sua pergunta pelo Canal de Consulta Ética.

Conhece alguma situação que esteja em desacordo com as essas diretrizes éticas? Faça seu registro no Canal de Denúncia. O anonimato do denunciante é garantido, e as apurações são sigilosas.

Ampliar fonte
Contraste