Hospital Madre de Dio realiza encontros virtuais com representantes das Secretarias Municipais de Saúde da região oeste do Paraná

Hospital Madre de Dio

Além de apresentar os serviços disponíveis, o intuito foi o de fortalecer o relacionamento com os gestores municipais

A Diretoria do Hospital Madre de Dio (HMD), unidade gerenciada pela Pró-Saúde em São Miguel do Iguaçu (PR), realizou na última quinzena, dois encontros por videoconferência com representantes das Secretarias Municipais de Saúde da região oeste do Paraná.

Os encontros foram realizados com o objetivo de apresentar os serviços oferecidos pelo HMD, além de fortalecer o relacionamento com os gestores municipais responsáveis pela pasta da Saúde.

O primeiro encontro contou com a presença dos gestores municipais das Secretarias de Saúde de Foz do Iguaçu, Giuliano Inzis; de Itaipulândia, Paulo Carvalho; de Santo Antônio do Sudoeste, Maria Elisa Gomes Alves Pereira; e de São Miguel do Iguaçu, Felipe Moreira da Cruz.

Já no segundo encontro, participaram os gestores da pasta municipal de Vera Cruz do Oeste, Ivete Gonzatto Tomasin; de Serranópolis do Iguaçu, Alex Roveda; de Missal, Tânia Sbabo Janke e de São Pedro do Iguaçu, Hermilo Gambin.

Os encontros foram conduzidos pelo diretor Hospitalar Maurício Essvein Fogaça, juntamente com o diretor Técnico do HMD, David Bongiolo Mattos e Cesar de Oliveira Lopes Dusilek, responsável pela UTI e setor de hemodinâmica do Madre de Dio. Participaram também os diretores Thiago Zeche e Romerito Margotti, diretores administrativo-financeiro e assistencial, respectivamente.

Além dos encontros virtuais, as próximas agendas de reuniões também preveem visitações presenciais aos municípios. “Estamos convidando cada um dos municípios para reuniões por videoconferência e programando uma agenda de visitação presencial, para que todos possam compreender que o HMD oferece diversas especialidades. Além disso, queremos entender quais são as necessidades de atendimento de cada um desses municípios”.

O diretor Hospitalar reforça que o HMD está trabalhando “para a realização dos credenciamentos junto aos municípios para atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde”, mas reforça que os encontros estão alinhados com o papel filantrópico de atuação do hospital.

“Antes de ser uma entidade credenciada ou não, somos um hospital. Isto é, um mecanismo público em favor do atendimento das necessidades humanas de uma região. Queremos que todos compreendam, que em casos de necessidade, estamos aqui para salvar vidas”, finaliza.