Espalhar FAKE NEWS pode ser mais perigoso que o CORONAVÍRUS

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre as “fake news”, certo? Se ainda não, a gente te explica: elas são notícias que se apoiam em fatos relevantes, porém, em contextos falsos, capazes de levar as pessoas a tomarem decisões erradas, com danos, muitas vezes, graves ou até mesmo irreversíveis.

E para você ficar de fora dessa armadilha, dá só uma olhada no que é fato ou fake com relação às notícias sobre o coronavírus.

 

FATO ou FAKE

É FAKE que vitamina C e limão combatem o coronavírus.

É FAKE que álcool em gel não funciona como forma de prevenção à doença.

É FAKE que o Brasil tem 10 mil infectados pelo coronavírus.

É FAKE que existem remédios anticoronavírus.

É FATO que o governo brasileiro desaconselha viajar para a países estrangeiros com alta circulação do vírus.

É FATO que a higienização das mãos com água e sabão é melhor forma de prevenção.

É FATO que a transmissão viral do coronavírus ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas.

É FATO que ainda não existe uma vacina específica para o Covid-19. Por enquanto, os sintomas devem ser tratados isoladamente.

 

Fake News na saúde mata!

Por isso, caso tenha alguma dúvida sobre o que é fato ou fake a respeito do coronavírus, pode mandar para a gente! O  nosso e-mail é: comunicacao@prosaude.org.br

Clique aqui e acesse a página especial da Pró-Saúde sobre o novo coronavírus.
Fonte: Ministério da Saúde e Portal G1