Dia do Enfermeiro: amor e dedicação marcam a história da profissão em 12 de maio

Junto com a equipe médica, Dariane tem a função de enfermeira hospitalista, responsável em traçar e acompanhar os planos de cuidados para os pacientes internados nas Enfermarias. A atividade consiste em verificar curativos, evolução das fraturas, tempo de permanência do paciente na unidade, acompanhar agendamento de procedimento cirúrgico. Durante as visitas, também são observadas outras situações, como o comportamento emocional, durante o período de internação. “A gente larga o lado técnico e buscar ouvir o paciente e ajudá-lo com outro tipo de assistência, a da alma”, diz.

O HEUE é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a SESA (Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo). Dariane foi contratada pela entidade em 2015. Formada há nove anos, ela contou que buscou inspiração no irmão. No entanto, Dariane afirmou que no início teve que ter um empurrãozinho da mãe para ingressar no curso de Enfermagem. “A Enfermagem não estava nos meus planos, até pensei em estudar Ciências Biológicas. Minha mãe sugeriu seguir a mesma escolha profissional do meu irmão mais velho. Não tinha noção de como seria, mas tinha dentro de mim que eu poderia fazer algo para outras pessoas, daí não resisti. Eu me encontrei na Enfermagem”, conta a profissional.

Além de ter o irmão como inspiração, durante o curso, Dariane contou com a companhia da tia, que durante quatro anos estudaram na mesa sala. “Hoje a gente ri das aventuras que tínhamos para chegar até a faculdade. Passamos por muitas dificuldades -, como ter que levar marmita, pois a faculdade era distante da minha casa. Hoje, lembro com carinho e orgulho desses momentos”, contou.

Para Dariane, não há rotina na Enfermagem. Segundo ela, além de prestar uma assistência de qualidade para o paciente, é importantíssimo acolher o familiar que lida diretamente com o tratamento. “Não há rotina. Todos os dias saio de caso e tenho a certeza que nasci para cuidar das pessoas. Que posso fazer a diferença na vida de alguém. Depois do nascimento da minha filha Lívia, de 10 meses, com certeza a Enfermagem foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida”, conclui.

Qualificação profissional

O diretor assistencial do HEUE, Rosialdo Lobato, comentou que toda a equipe multiprofissional, assim com a Dariane, passa por capacitações durante o ano, cujo o principal objetivo é ampliar a assistência e manter um atendimento humanizado. “Lidar com o sofrimento alheio dentro do hospital não é uma tarefa fácil. Requer além de conhecimento técnico, aptidão e amor pelo trabalho”, comentou o diretor.

Dia 12 de maio, Dia do Enfermeiro

Dia 12 de maio é comemorado mundialmente o Dia do Enfermeiro, em menção à Florence Nigtingale, um marco da Enfermagem moderna que nasceu no dia 12 de maio de 1820.

Atualmente, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência conta com 169 enfermeiros.