Creche no extremo Leste de SP promove diversão gratuita para crianças

As atividades foram realizadas neste sábado (28) no CEI Santa Rita, em Cidade Tiradentes

Na manhã do último sábado (28), o Centro de Educação Infantil (CEI) Santa Rita realizou o “Ação Social”, iniciativa que desde 2015 tem como objetivo levar diversas atividades e serviços gratuitos para a comunidade do bairro Cidade Tiradentes, zona Leste da capital paulista.

Oficinas de slime, pintura de rosto e até produção de pipas para as crianças atraíram mais de 240 pessoas, das 9h às 15h, que participaram, ainda, de palestras de orientação sobre a saúde da ocular, psicologia, violência doméstica e assistência social. Prestação de serviços também foi disponibilizada, como consultoria do programa Minha Casa Minha Vida e auxílio jurídico sobre aposentadoria junto ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Ao longo do dia, profissionais de odontologia e oftalmologia também realizaram atendimentos e encaminhamentos.

O CEI Santa Rita atende 209 crianças, de zero a três anos e onze meses, e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, por meio de convênio com a Prefeitura do Município de São Paulo e Secretaria Municipal de Educação. O “Ação Social” também contou com um atendimento especial de beleza, com corte e escova, esmaltação, design de sobrancelhas, maquiagem e limpeza de pele e tranças.

Para Cleidiane Salomão Batista, que estava com toda a família aproveitando o evento, a ação foi muito importante por disponibilizar serviços gratuitos. “Meu marido está na limpeza de pele, meu filho está cortando o cabelo e a minha filha realizando tranças. Tudo isso de forma gratuita, o que nos ajuda bastante”, comemorou. Um dos destaques da ação foi o planetário, que foi instalado no CEI para que as crianças pudessem conhecer um pouco mais sobre os planetas do sistema solar.

O slime e a pintura de rosto também foram o alvo preferencial de muitas crianças. “Minha filha adorou o slime e logo depois participou da pintura de rosto, aproveitei para falar com os profissionais. Para a nossa comunidade foi muito bom contar com essa ação”, contou Karine Rodrigues, com a pequena Sofie, de 4 anos, no colo.

“O evento teve como objetivo aproximar ainda mais a comunidade do CEI, para que todos conheçam o nosso trabalho e, principalmente, oferecer alguns serviços importantes. A ação é muito gratificante a presença das famílias mostra o quanto todos abraçaram essa causa”, ressaltou Joyce Bispo de Moura, diretora do CEI Santa Rita.

A Ação Social é promovida pela Pró-Saúde, desde 2015, no CEI Santa Rita, e demonstra a importância da filantropia na área da educação.

A filantropia na educação de 750 crianças em áreas carentes

As instituições filantrópicas estão presentes em diversas áreas da sociedade, conduzindo trabalhos essenciais em setores como saúde, educação e assistência social.

Na zona Leste da capital paulista, em uma área carente e afastada do centro da principal metrópole do País, estão localizados quatro Centros de Educação Infantil (CEIs), que juntos atendem cerca de 750 crianças de zero a cinco anos.

Nos CEIs Lageado, Jardim São Jorge, Jardim Eliane e Santa Rita, os profissionais são responsáveis diariamente por protagonizar o estímulo ao conhecimento nas crianças. As unidades são gerenciadas pela Pró-Saúde, uma entidade filantrópica com mais de meio século de existência, com experiência em gestão hospitalar, mas que desde 1998, desempenha uma parceria com o município na gestão dos CEIs.

Para contar um pouco da história destes serviços e o trabalho desenvolvido com as crianças, a Pró-Saúde divulga um vídeo institucional mostrando o empenho na retaguarda de todo o trabalho envolvendo uma gestão filantrópica oferecida nos CEIs.

Assista ao vídeo: http://bit.ly/2lRzIoQ

“Seja na Saúde ou na Educação, as instituições filantrópicas representam um importante papel no atendimento ao cidadão. Sem essas entidades, tanto a União, quanto estados e municípios, não conseguiriam promover o acesso universal a saúde, como preconiza a nossa constituição, por exemplo”, destaca Regina Victorino, gerente de Filantropia da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, uma das maiores instituições filantrópicas do País e com mais de meio século na área de gestão hospitalar.

Ampliar fonte
Contraste