O que é Síndrome do Pânico e quais os sintomas?

rafa-kalimann

Doença afeta 280 milhões de pessoas no mundo, segundo a OMS

Recentemente, a vice-campeã do BBB 20, Rafa Kalimann, desabafou nas redes sociais sobre um episódio de crise de pânico, dando notoriedade ao assunto. Mas o que é essa Síndrome que afeta 280 milhões de pessoas no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS)?

A Síndrome do Pânico é um transtorno de ansiedade, caracterizada por crises de insegurança, desespero e medo, que surgem mesmo sem motivos aparentes. Os ataques de pânico podem alterar o comportamento em casa, na escola ou no trabalho.

Segundo Mariana Paiva, psicóloga do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), gerenciado pela Pró-Saúde em Vitória (ES), o medo excessivo e a ansiedade aguda fazem com que o corpo tenha uma reação diante de um grande perigo.

“Quando alguém está passando por uma crise de pânico, começa a sentir medo de que algo ruim aconteça, mesmo esse medo não sendo real. Por isso, o corpo reage manifestando os sintomas”, afirma a psicóloga.

Os sintomas da Síndrome do Pânico que devem ser observados são:

> Medo muito intenso de que algo ruim aconteça;
Sensação iminente de morte;
> Taquicardia;
> Sudorese;
> Sensação de mal-estar ou de que a pessoa vai perder o controle sobre si;
> Falta de ar;
> Sensação subjetiva de sufocamento;
> Tremores nas mãos;
> Desmaio;
> Dor abdominal;
> Sensação de formigamento, tontura ou vertigem.

O diagnóstico deve ser feito por um profissional de saúde. O tratamento da Síndrome do Pânico é voltado para a redução do número de crises, assim como sua intensidade. As principais formas de abordagem são por meio de psicoterapia e medicamentos.

Foto: Reprodução

Olá!

Este é o blog Vida Saudável, um espaço focado nas melhores dicas e informações sobre saúde e bem-estar, tudo com a assinatura da gestão Pró-Saúde.

Aproveite!


Últimos posts