Meningite bacteriana no inverno: como se prevenir

meningite

A doença, causada por bactérias, é transmitida por vias respiratórias e pode causar sequelas graves

A meningite é uma doença caracterizada por um processo inflamatório das meninges e pode ser causada por diversos agentes infecciosos, como bactérias, vírus, parasitas e fungos.

Ela é transmitida pelas vias respiratórias, por meio de gotículas e secreções do nariz e da garganta, por isso, a aglomeração em ambientes fechados favorece a transmissão da doença.

A meningite bacteriana tem maior incidência no inverno. Ela é considerada a forma mais grave da doença, pois quem se contamina necessita de internação hospitalar, tratamento com antibióticos e exames de controle.

Além disso, pessoas que sobrevivem à doença podem apresentar sequelas graves, como surdez, danos cerebrais e amputações.

Sintomas

No início, os sintomas de meningite são bastante parecidos com os da gripe ou de um resfriado, com:

> Febre;
> Dor de cabeça;
> Rigidez do pescoço e da nuca;
> Náuseas;
> Vômitos;
> Manchas avermelhadas na pele;
> Sensibilidade à luz;
> Confusão mental.

Como se prevenir

A melhor forma de se prevenir contra a meningite bacteriana é por meio da vacinação. O Sistema Único de Saúde oferece quatro tipos de vacina que protegem contra a doença: BCG, Pentavalente, Meningocócica e Pneumocócica 10.
Em geral, a meningite bacteriana ocasiona quadro clínico grave, por isso, caso apresente quaisquer sintomas, procure atendimento médico o mais rápido possível.

Olá!

Este é o blog Vida Saudável, um espaço focado nas melhores dicas e informações sobre saúde e bem-estar, tudo com a assinatura da gestão Pró-Saúde.

Aproveite!


Últimos posts