Home » Dermatites de contato: veja 8 causas comuns dessas alergias
Dermatite

Dermatites de contato: veja 8 causas comuns dessas alergias

Incômodo na pele ocorre após a exposição a muitos produtos do dia a dia. Conheça dicas para evitar esse tipo de doença

Coceira, bolhas, vermelhidão e inchaço são sintomas comuns de inflamações na pele. Muitas de suas causas se encaixam em uma mesma categoria, a das dermatites. Os fatores que provocam essas doenças não contagiosas são diversos, mas as alergias estão entre os mais frequentes. E seus principais agentes estão por todo lado no nosso dia a dia.

Um dos tipos mais comuns dessas doenças é a dermatite de contato. Ela ocorre quando a pele fica exposta a um agente que pode ocasionar a doença na forma irritativa ou alérgica. As irritações são causadas por substâncias químicas ácidas, como sabonetes, detergentes, solventes, entre outras. O que pode acontecer já no primeiro encontro com o produto.

Enquanto as alergias ocorrem após várias exposições às substâncias ou produtos. Isso pode demorar meses ou anos, dificultando a identificação da causa. Muitos desencadeadores dessas reações alérgicas estão no ambiente doméstico. São eles:

– Plantas;
– Metais feitos de níquel ou outros presentes em bijuterias, relógios e adornos de roupas ou calçados;
– Medicamentos antibióticos, anestésicos e antifúngicos;
– Cosméticos: perfumes, xampus, condicionadores, cremes hidratantes e esmaltes de unhas;
– Roupas e tecidos sintéticos;
– Detergentes e solventes;
– Cimento, óleos, graxas e tinta de parede.

Os sintomas surgem de 24 a 48 horas após a exposição. Muitas vezes eles aparecem nas mãos ou na face. A dermatite de contato alérgica costuma apresentar pequenas bolhas e inchaço, causando queimação e rachaduras na pele. Já as irritações são mais brandas, com pouca coceira ou sensação de calor. Mas a pele fica áspera e ressecada.

Nesses dois tipos da doença, a pele fica vermelha. Uma outra categoria da dermatite muito comum é a atópica. Nela, também ocorre o ressecamento, a coceira é mais intensa e os sintomas se espalham por várias partes do corpo. Geralmente, essa condição é crônica, principalmente quando ocorre em adultos.

Algumas medidas como evitar banhos longos e muito quentes, assim como o uso excessivo de produtos para limpeza de pele, podem impedir o agravamento da dermatite atópica. Esses e outros cuidados são fundamentais contra muitas doenças de pele:

– Usar produtos de limpeza e sabonetes neutros;
– Secar o corpo e o rosto com cuidado;
– Hidratar a pele úmida com óleos ou cremes indicados por um profissional.

Com o tratamento médico adequado e o acompanhamento de um dermatologista, as dermatites podem ser controladas. Isso depende do histórico de cada paciente.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde