Home » Pílula 108 – Conflitos no ambiente de trabalho

Pílula 108 – Conflitos no ambiente de trabalho

De acordo com o Código de Conduta e de Ética da Pró-Saúde, “a instituição preza pelo respeito nas relações profissionais, e não tolera qualquer tipo de assédio no local de trabalho. O assédio, aqui indicado, inclui conduta verbal, visual ou física que crie um ambiente de hostilidade, humilhação ou intimidação.”

Os conflitos no ambiente de trabalho são comuns e desafiam os gestores que devem garantir uma convivência harmônica entre os membros das equipes. Quando não são tratados de maneira adequada, tendem a aumentar.

Conflitos mal resolvidos resultam em perda de produtividade, sufocamento da criatividade e criação de barreiras entre os colaboradores. As causas podem ser:

• Má comunicação;
• Falta de controle emocional;
• Ausência de processos;
• Clima organizacional ruim;
• Desmotivação;
• Insubordinação;
• Diferenças de valores e de personalidades.

Para saber como lidar com conflitos no ambiente de trabalho é preciso:

• Saber ouvir;
• Ter empatia; e
• Ser imparcial.

Saber ouvir significa estar atento ao que está sendo dito, procurando perceber como a pessoa se comporta ao posicionar seus argumentos e entender suas razões. A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro com o objetivo de compreender suas motivações internas e seu ponto de vista. Já a imparcialidade é não assumir nenhum dos lados de um conflito, mantendo-se neutro e racional.

Nesse sentido, comunicação clara, concisa e oportuna ajuda a diminuir o número e a gravidade dos conflitos.

Conhece alguma situação que está em desacordo com as nossas diretrizes? Faça seu registro no Canal de Denúncia. O anonimato do denunciante é garantido, e as apurações são sigilosas.

Tem alguma dúvida sobre o tema? Faça sua pergunta pelo Canal de Consulta Ética.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde