Pronto-Socorro do Engenho Novo fecha 2016 com mais de 140 mil atendimentos

Localizado em uma das regiões mais populosas e carentes do município, o Pronto-Socorro Engenho Novo, em Barueri (SP), realizou 140.640 mil atendimentos em 2016. A maior procura dos pacientes aconteceu na especialidade de clínica médica, que fechou o ano tendo feito 90.222 atendimentos.

“Os números reforçam a importância que o Pronto-Socorro possui para a comunidade, especialmente porque a maioria dos pacientes que a unidade atende vive em Barueri”, destaca o diretor da unidade, Vagner Verussi.

Segundo o clínico geral Armando José Duarte Monteiro, que há dois anos atua no Pronto-Socorro, a maior parte dos pacientes que atendeu durante esse período chegou à unidade apresentando sintomas da gripe. “Sintomas ligados a gastroenterite, lombalgia e infecção urinária, no caso das mulheres, também são comuns em pacientes atendidos aqui no Pronto-Socorro”, afirmou.

Na emergência, de acordo com ele, a maior demanda por atendimento imediato refere-se a casos de pacientes que chegam com infarto agudo no miocárdio, acidente vascular cerebral e arritmia cardíaca.

Médico experiente, com 33 anos de atuação, doutor Armando afirma que o Pronto-Socorro Engenho Novo oferece boas condições de trabalho e que a assistência ao paciente é eficiente porque há integração entre a equipe de profissionais.

“Toda a equipe de Enfermagem, assim como o corpo clínico e o administrativo da unidade atuam de forma integrada e comprometidos em oferecer uma boa assistência aos pacientes”, acrescentou.

Outra especialidade que se destacou pela assistência foi a pediatria, que fechou o ano passado com 37.396 atendimentos realizados em crianças.

Único serviço 24 horas de atendimento odontológico de urgência e emergência de Barueri realizado pela rede pública de saúde no ano passado, atendeu em 2016 um total de 7.843 pessoas que chegaram à unidade com dor de dente.

O Pronto-Socorro Engenho Novo também prestou assistência em 4.388 casos de pacientes atendidos na especialidade ortopedia e ainda realizou 791 procedimentos cirúrgicos.

“Mesmo tendo perfil para atender casos de urgência e emergência, o Pronto-Socorro presta assistência para todas as pessoas que chegam na unidade, sendo a demanda grave ou não grave”, acrescentou o diretor.

Apesar de não ter registrado surto de dengue no município em 2016, os dados mostram que fevereiro, março e abril foram os meses de maior demanda por atendimento.

 

Melhorias

Para manter a assistência ao paciente seguindo critérios de segurança e humanização no atendimento, a unidade passou por uma série de melhorias realizadas em 2016.

Em abril do ano passado, o fluxo de atendimento da unidade foi totalmente informatizado. Painéis eletrônicos passaram a ser utilizados para avisar o paciente sobre sua vez de ser atendido. Um histórico clínico mais detalhado das pessoas atendidas também foi implantado.

De acordo com a direção do Pronto-Socorro, o sistema — que começou a operar em 1 de abril de 2016 — deu mais segurança no registro e arquivamento de informações e ainda permitiu a possibilidade de maior controle e transparência aos atendimentos.

“Com a quantidade de informações que a informatização produziu foi possível identificar oportunidades de agilizar e melhorar o atendimento”, observou o diretor Vagner Verussi.

O prédio onde o Pronto-Socorro está instalado também passou por pintura e a unidade ganhou um dispositivo de amortecimento nas paredes que evita gastos com manutenção causados pelo impacto de macas.

Nos leitos também foram instaladas campainhas e cortinas melhorando a comunicação entre o paciente e os profissionais e ainda oferecendo maior privacidade durante o atendimento.

 

A unidade

Mantido pela Prefeitura de Barueri, o Pronto-Socorro é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Saúde.

A unidade possui 14 leitos de observação — dos quais 5 são infantis — e 5 leitos para o atendimento de casos de emergência.

Em cada plantão de 24 horas realizado no ano passado, atenderam 7 clínicos, 4 pediatras, dois dentistas, ortopedista e ultrassonografista. A unidade também realiza exames de raio-x, eletrocardiograma e laboratoriais.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of