Projeto sustentável no Hospital Público Galileu reutiliza a água da chuva para irrigar o jardim da unidade

O Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), localizado em Belém (PA), vem fazendo a sua parte na conscientização ambiental e sustentabilidade, voltado para a reutilização das águas da chuva para irrigação das plantas do jardim da unidade. O projeto faz referência ao Dia Mundial da Água (22/3), que tem como objetivo colocar em discussão assuntos importantes e relacionados com esse recurso natural.

O projeto, inaugurado em 2019, foi idealizado pelo setor de manutenção do Galileu, sendo construído a partir de tubos de PVC e garrafas plásticas, armazenando a água dentro dos tubos. Além disso, o local foi construído em um espaço entre árvores, servindo como ponto de encontro entre usuários do hospital.

O Galileu, unidade do Governo do Estado, gerenciado desde 2014 pela Pró-Saúde, conta com outras ações de sustentabilidade. Entre elas, a coleta seletiva de lixo que recolhe cerca de uma tonelada de materiais como papelões, sacos plásticos e outros resíduos recicláveis. Alguns desses materiais possibilitam que projetos sustentáveis possam ser colocados em prática, como é o caso da academia sustentável do Hospital e o terminal de captação de água, pensados para oferecer um bem-estar a mais aos usuários e colaboradores da unidade.

A academia sustentável conta com o reaproveitamento de 406 quilos de resíduos, como cadeiras de banho e sucata de ferragens, que deram origem a equipamentos como simulação de caminhada, bicicletas de mão e barras fixas, que contribuem para o tratamento fisioterapêutico de alguns pacientes.

Balanço de atendimentos

O Hospital Galileu conclui o ano de 2019 com 125 mil atendimentos realizados, entre consultas especializadas, internações, exames, cirurgias e atendimentos multiprofissionais. A unidade foi o primeiro hospital público da capital a conquistar a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Esta é uma das mais respeitadas entidades avaliadoras dos serviços de saúde do país.

Outro feito inédito foi a conquista do prêmio internacional “Health Care Climate Challenge”, que avalia instituições de saúde que estão avançando em direção ao cuidado inteligente com o meio ambiente. A unidade foi uma das cinco instituições nacionais vencedoras do Desafio do Clima pela Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (Global Green and Healthy Hospitals – GGHH). O Hospital foi reconhecido na categoria de Redução de Gases do Efeito Estufa (não energia), entre 117 unidades que participaram com inscrições em todo o mundo.