Programa ‘Direção Viva’ orienta veranistas de Marabá sobre trânsito seguro

Veranistas que atravessaram a Praia do Tucunaré, em Marabá (PA), neste domingo, 16/7, foram orientados por colaboradores do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) sobre segurança no trânsito. A iniciativa fez parte da quarta edição do programa 'Direção Viva: você consciente, trânsito mais seguro!', realizado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do Hospital Regional sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa)

A auxiliar administrativo Marília Silva, de 23 anos, foi abordada dentro do barco, logo que embarcou no cais localizado próximo à Colônia dos Pescadores Z-30. 'É sempre bom ter alguém que possa orientar sobre o assunto, ainda mais nessa época, em que as pessoas vão para a praia, bebem, dormem por lá e, depois, voltam para casa dirigindo. Meu primo já se acidentou de moto uma vez, depois de ingerir bebida alcoólica', contou ela. 

Tiago Tenório Martins, de 32 anos, também foi sensibilizado. 'É muito importante essa conscientização. As pessoas precisam ser responsáveis pela vida delas e pela dos outros também. É uma forma de demonstrar respeito à vida', comentou o administrador. 

Caracterizada com um colar cervical, simulando um trauma de trânsito, a colaboradora Darlyanne Barroso foi uma das participantes da blitz educativa. Para ela, a programação foi um alerta não somente para veranistas, mas para a própria equipe que atuou na ação. 'Nós mesmos estamos suscetíveis a acidentes, então valeu para todos', argumentou a colaboradora. 

Segundo a coordenadora de Humanização do HRSP, Caroline Nogueira, a ideia de levar a ação para a praia foi bem recebida pelos veranistas. 'Várias pessoas comentaram durante a ação que já presenciaram acidentes de amigos nessa época do ano. Infelizmente, é comum as pessoas acamparem na praia, beberem, ficarem cansadas e, depois, dirigirem. Por isso, alertamos que, se beber, não é para dirigir e, se estiver cansado, não é para pegar no volante. Atitudes como essas contribuem para reduzir os índices de acidente na região', explicou Caroline. 

Atendimentos

Referência em atendimento de trauma de média e alta complexidades na região, o Hospital Regional do Sudeste do Pará atendeu 1.302 vítimas de acidentes de trânsito entre janeiro e junho de 2017, um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram admitidos 1.166 acidentados. 

Atualmente, 50% dos leitos da unidade são ocupados por pacientes com esse perfil. Um deles é o lavador de carros Marcos Antônio do Nascimento, de 20 anos, internado no dia 12/7, depois de sofrer um acidente no núcleo Cidade Nova. 'Eu estava sozinho na moto, sem capacete. Já tinha caído outra vez, mas não foi grave assim. Não pensava que era tão demorada a recuperação. E isso é o mais difícil para mim. Por isso, é bom fazer campanhas de sensibilização, principalmente para os jovens, mostrando as sequelas de quem já passou por isso. Eu não imaginava que era assim. E aqui, enquanto estou internado, já conheci a história de muitos outros pacientes que sofreram acidente também, inclusive um amigo meu está internado no hospital. Eu sofri o acidente em um dia, e ele, no outro', contou o paciente. 

Ao lado dele, dona Cosma, de 57 anos, lembra da aflição que passou na madrugada do acidente à espera da chegada do filho caçula em casa. 'Ele saiu e passou a madrugada sem dar notícias. Aí o telefone tocou. Era um amigo dele. Já fui perguntando o que tinha acontecido com o meu filho. Foi uma agonia, como se tivesse faltado chão para mim. A pessoa sai bem de casa, aí recebo essa notícia', relembrou ela. 

Programa

O programa 'Direção Viva' é um projeto contínuo, que ocorre em todas as unidades de saúde públicas no Pará, gerenciadas pela Pró-Saúde. A iniciativa consiste em promover ações de educação em saúde voltadas à conscientização sobre as sequelas oriundas de traumas por acidentes de trânsito. Com o programa, busca-se disseminar a informação sobre o impacto dos acidentes de trânsito na sociedade, bem como, formar multiplicadores no processo de combate à insegurança no trânsito. 

De acordo com o diretor Operacional da Pró-Saúde, Paulo Czrnhak, que coordena as atividades do “Direção Viva” no Pará, a educação para o trânsito é primordial para a redução de acidentes. “Sensibilizar os cidadãos de que a sua atitude consciente no trânsito é a única forma de prevenir acidentes é dever de todos nós. Por isso, nós da Pró-Saúde desenvolvemos esse programa no Pará, para assim, contribuirmos, de forma continua nesta luta que é da sociedade. Apenas assim, as famílias poderão viver com qualidade de vida e segurança”, declarou.

Czrnhak comentou ainda que o programa “Direção Viva” vai além de sensibilizar os condutores. “Estamos fomentando uma cultura, na qual as crianças possam ser os fiscais dos pais no trânsito. Nossa expectativa será de uma geração consciente e sensível no respeito ao trânsito e com isso, recuperar o valor que tem a vida, para que ela possa ser preservada”, esclareceu o diretor.

Em Marabá, o programa é realizado desde novembro de 2016. De lá para cá, o Hospital Regional do Sudeste do Pará já promoveu quatro edições do 'Direção Viva', envolvendo profissionais de diversas especialidades que orientam colaboradores, usuários, acompanhantes e a comunidade em geral sobre atitudes positivas no trânsito.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of