Paciente indígena é a primeira recuperada da Covid-19 no Hospital Bom Pastor

Após dez dias de internação, Nacon Oro Eo, de 72 anos, foi a primeira paciente recuperada da Covid-19 no Hospital Bom Pastor (HBP). A unidade, própria da Pró-Saúde, está localizada em Guajará-Mirim (RO), onde é referência para o atendimento de 54 aldeias na região.

A paciente faz parte da descendência Pacaás Novos, da aldeia de Santo André, em Guajará-Mirim, e recebeu alta na tarde desta quinta-feira (4/6). Na saída, os funcionários da unidade montaram um corredor segurando balões e deram uma salva de palmas para homenageá-la, ela fez questão de sair com um cartaz escrito “Eu vencia a Covid-19”.

Nacon foi encaminhada para a unidade no dia 24/05, com problemas respiratórios, além de desnutrição. Após manifestar os sintomas da Covid-19, a equipe do HBP fez a testagem para o novo coronavírus, confirmando a doença. A equipe precisou manter a paciente isolada durante o tratamento.

Embora não seja referência em atendimento para pacientes com a Covid-19, a unidade é especializada em atendimento indígena na região, levando assistência médica humanizada para uma população de 6,2 mil indígenas no País.

Acolhimento personalizado

O Hospital Bom Pastor é a principal referência de atendimento para indígenas nesta região da floresta Amazônica. As mais de 50 aldeias atendidas pela unidade possuem características próprias e uma das preocupações é oferecer atendimento em saúde, respeitando as diferenças culturais. Por isso, o hospital oferece recursos específicos, como profissional técnico em Enfermagem indígena, com fluência no dialeto para facilitar a comunicação; serviço de nutrição voltada aos hábitos alimentares indígenas; implantação de uma horta medicinal, para atender a cultura das aldeias com tratamento fitoterápico.

O HBP também conta com outras adaptações especialmente para acolhimento dos índios, como o ambiente com uma oca indígena, construída para humanizar o atendimento dos pacientes e visitantes, buscando trazer para dentro do hospital um local próximo do vivido nas aldeias e instalação de redes nas enfermarias.

Ampliar fonte
Contraste