Home » Oncológico Infantil realiza ações para sensibilizar e captar doadores de sangue

Oncológico Infantil realiza ações para sensibilizar e captar doadores de sangue

O ato solidário lembra o Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho

A Agência Transfusional do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, coloca em ação na quarta-feira (15/6), com o apoio do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), o trabalho de captação de doadores de sangue. O ato solidário é realizado em alusão ao Dia do Doador de Sangue, comemorado nesta terça-feira 14 de junho.

A iniciativa em prol da solidariedade garante principalmente a continuidade de atividades hemoterápicas em pacientes infantojuvenis que fazem tratamento contra algum tipo de câncer e que, com certa regularidade, necessitam de transfusão de sangue.

Um grupo formado por 12 colaboradores que integram a Comissão do GTH do Oncológico Infantil, caraterizados com trajes da quadra junina, percorrerá todos os setores na unidade para realizar abordagens “corpo a corpo” a fim de sensibilizar possíveis doadores.

O evento terá o apoio do Fundação Hemopa que disponibilizará no dia 20 de junho, às 10h, um micro-ônibus para o translado dos doadores do hospital até ao Hemopa.

O Hospital Oncológico Infantil é uma unidade de referência no diagnóstico e tratamento especializado de câncer infantojuvenil. Prestando atendimento 100% gratuito, via Sistema Único de Saúde (SUS), integra a rede de saúde pública do Governo do Pará e é gerenciado pela Pró-Saúde.

A enfermeira da Agência Transfusional do Oncológico Infantil, Yasmim Silva, acredita que a mobilização é fundamental para manter os estoques em um nível confortável do hemocentro estadual.

“Os usuários que mais precisam desse produto são aqueles em esquema de transfusão crônica como os que possuem doenças hematológicas, como a doença falciforme, as talassemias e os que fazem tratamento oncológico”, pontuou Yasmim.

Ela reforça a importância da realização de campanhas, caravanas solidárias e ações em datas comemorativas. “As campanhas e eventos que ocorrem em alusão ao junho vermelho, por exemplo, devem ser frequentes e precisam reforçar cada vez mais o incentivo à captação e à fidelização desses doadores de sangue”, concluiu a enfermeira.

Quem puder colaborar com a doação de sangue, deve se dirigir à sede da Fundação Hemopa e informar que a doação do sangue é para o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, cujo código é 1766.

Um dos profissionais que sempre participa ativamente nas programações de doação de sangue é o enfermeiro Mattheus Carvalho, do Serviço de Controle e Infecção Hospitalar do Oncológico Infantil.

Ele tem opinião formada sobre o ato solidário. “Doar sangue significa um gesto que dura dez minutinhos e isso faz a diferença para a vida de até quatro pessoas. Sangue não se cria em laboratório e, por isso, as pessoas que necessitam do sangue ou qualquer elemento contido nele dependem desse ato singelo de solidariedade dos outros”, comentou.

A presidente do GTH do Oncológico Infantil, Natacha Cardoso, destaca o esforço em prol dos usuários infantojuvenis que utilizam os serviços da unidade hospitalar.

“Não medimos esforços para realizar uma ação cuja natureza é tão nobre. Sempre somos movidos pela solidariedade e costumamos, entre nós, defender o slogan: “quando você doa sangue, a brincadeira continua”. É importante apoiar esta causa em prol de todas as crianças em tratamento contra o câncer”, enfatizou Natacha.

Critérios para doação de sangue
Para ser um doador de sangue é necessário atender a alguns requisitos:
– Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar com o responsável);
– Ter massa corpórea acima de 50 kg;
– Ter boa condição de saúde e ter documento de identificação original com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde