Nutricionista do HEUE dá dicas de alimentação para pessoas com diabetes

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), pessoas com diabetes fazem parte do grupo de risco do novo Coronavírus

A pandemia do novo Coronavírus acendeu o alerta para os cuidados com a saúde, em especial, para aquelas pessoas que fazem parte do grupo de risco da doença. No dia Mundial da Saúde, celebrado nesta terça-feira (07), o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), gerenciado pela Pró-Saúde, em Vitória, alerta para os cuidados com alimentação, principalmente, para quem apresenta histórico de diabetes e hipertensão.

Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose e garante energia para o organismo. A nutricionista do HEUE, Magda Felipe Matos, explica por que os diabéticos são mais vulneráveis ao novo vírus.

“Estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Diabetes afirmam que pessoas com diabetes não têm maior risco de contrair o Coronavírus, mas sim, de evoluir para quadros clínicos de maior gravidade da Covid-19. Assim, é importante planejar uma alimentação correta, principalmente neste período”, afirma.

A especialista esclarece que níveis elevados de açúcar no sangue podem ocasionar baixa na imunidade em pessoas com diabetes. Por isso, é essencial manter o controle glicêmico adequado, seja por meio de medicamentos e insulinas, consumo da quantidade ideal de água e sono regulado, dormindo no mínimo 8 horas por dia. “Neste período de isolamento social, onde a recomendação é não sair de casa, o ideal é fazer uma caminhada pelo quintal, pular corda, dançar ou subir e descer escadas. Usar o espaço disponível para se manter ativo. Os exercícios ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue, reduzir e/ou controlar o peso e ainda melhorar a imunidade”, afirma.

Magda Felipe Matos ressalta também que para controlar a glicemia, o recomendado é consumir nutrientes que auxiliam na melhora do sistema imunológico. “O ideal é consumir carnes, vegetais verdes e escuros (couve, agrião, rúcula e brócolis) e leguminosas (feijão, lentilha e grão-de-bico). As frutas sugestivas são as ricas em vitamina C: laranja, abacaxi, limão e goiaba”.

Ampliar fonte
Contraste