Metropolitano ganha iluminação diferenciada para o “Setembro Verde”

Unidade de saúde especializada em trauma e queimados, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua (PA), é considerado o responsável pelo maior número de captação de doações de órgãos e tecidos no estado do Pará. Neste propósito, em alusão ao movimento “Setembro Verde”, a Unidade iniciou a semana com a fachada colorida com luzes verdes. 

O trabalho de orientação para doação de órgãos do hospital, gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, é feito pela Organização de Procura de Órgãos (OPO), que foca na sensibilização das famílias para o ato de doar órgãos, com enfermeiros responsáveis pela busca ativa e notificação de doadores em potencial durante 24 horas do dia. 

Além disso, a organização também coordena todo o processo de doação desde a identificação até o momento da cirurgia de captação do órgão ou tecido.

No próximo dia 27/9, data que marca o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, o HMUE promoverá uma sensibilização interna e educativa junto à equipe assistencial sobre a importância de ser um doador de órgãos. 

Responsável pelo setor de Projetos Sociais, que coordena iniciativas voltadas para a integração entre o HMUE e a comunidade, Roberta Cardins explica que a mudança de cor na fachada serve para chamar a atenção de quem passa pelo entorno da unidade para o movimento. “Esta ação reforça a nossa missão de salvar vidas. Ao autorizar a doação de órgãos, a família de um paciente ajuda na continuidade da vida de outra pessoa, dando a ela uma chance de recomeço”, afirma.

Doações no HMUE

O trabalho de sensibilização dos profissionais do Hospital Metropolitano resultou em um percentual de 70,45% de órgãos ofertados para transplantes na unidade entre os meses de janeiro e setembro de 2018. No ano anterior, em 2017, o percentual de órgãos doados foi de 85,7%.

Quem pode doar órgãos e tecidos

Qualquer pessoa pode ser doadora de órgãos e tecidos. É necessário que esse desejo fique expresso durante a vida. Os familiares também precisam ser comunicados da decisão. Não é necessário deixar esse desejo documentado, nem registrado na carteira de identidade. 

Podem ser doadores, os pacientes vítimas de morte encefálica com danos cerebrais irreversíveis, como traumatismo craniano, e pacientes que faleceram em decorrência de causas diversas.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Fundada em 1967, como Associação Monlevade de Serviços Sociais, em João Monlevade (MG), a Pró-Saúde é uma entidade sem fins lucrativos. Tem sob sua responsabilidade 2.068 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, além de reunir um dos maiores quadros de administradores hospitalares do Brasil, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade filantrópica qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) e oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros. A entidade faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, em São Paulo, cidade em que também fica localizada a sua Sede Administrativa.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of