Materno-Infantil de Barcarena realiza palestras online sobre o papel do farmacêutico

Durante a 3 ª Semana de Farmácia Hospitalar, o uso, gestão e dispensação de medicamentos foram debatidos entre profissionais da área visando otimização de insumos e segurança

Na 3ª Semana de Farmácia Hospitalar da Pró-Saúde, colaboradores do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan, gerenciado pela entidade no interior do Pará, promoveram palestras online e treinamentos com a equipe multiprofissional sobre a farmácia clínica e o papel do farmacêutico.

As ações, realizadas entre os dias 18 e 22 de janeiro, envolveram temas como prescrição de medicamentos, tratamento farmacoterapêutico, etapas e fluxos da farmácia clínica, dispensação, e demais processos de utilização de medicamentos dentro de uma maternidade de alta e média complexidade como o HMIB.

Este ano, o evento, realizado na semana em que é celebrado o Dia Nacional do Farmacêutico (20), buscou valorizar o papel destes profissionais no enfrentamento à Covid-19, colocando-os em evidência.

Com o tema “Reinvenção em Tempos de Pandemia”, profissionais que atuam em cerca de 30 unidades de saúde gerenciadas pela Pró-Saúde no país se reuniram virtualmente para debater cases e trocar experiências.

No HMIB, os treinamentos foram voltados à equipe multiprofissional, médicos e farmacêuticos da unidade. “São aprimoramentos que permitem a qualificação das equipes assistenciais, para que eles possam melhorar os processos de medicação e as adaptações, considerando o cenário de pandemia, garantindo a melhor assistência ao paciente” destaca Chirlene Nascimento, supervisora de farmácia do HMIB.

A programação contou ainda com palestras que destacaram o papel desse profissional no processo de gestão de uma farmácia clínica, como revisão de medicamentos, indicadores e análise de prescrições e fluxos de estoque.

“É por meio da gestão que mantemos um controle efetivo sobre os medicamentos e materiais de uso clínico, o que contribui para otimização de nossos recursos e processos, garantindo a excelência do atendimento” destaca Karol Gomes, farmacêutica.

Segundo Karol, esses processos permitem, ainda, identificar melhorias, para evitar erros. “O farmacêutico consegue acompanhar todos os processos que envolvem os medicamentos utilizados pelo paciente, garantindo o uso correto, cumprindo com as orientações médicas e todas as etapas do tratamento”, explica.

Além da equipe do Materno-Infantil de Barcarena, a atividade, realizada em ambiente virtual, contou com a presença de residentes farmacêuticas no Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). As apresentações discutiram a importância da análise de prescrições de medicamentos ao paciente.

“É importante essa troca de experiências, porque as diferentes visões dos demais profissionais da área da saúde agregam conhecimento ao processo, tornando-o mais seguro e melhorando a assistência ao paciente”, ressalta Ana Carolina, farmacêutica e residente do Hospital das Clínicas (USP).

Com a mudança de rotina de uso de medicamentos por conta da pandemia do novo coronavírus, a unidade precisou modificar os fluxos e processos da farmácia clínica com uso e dispensação de novos medicamentos. Constantemente, a equipe é capacitada para tornar ainda mais seguro e eficiente o trabalho do farmacêutico no ambiente intra-hospitalar.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan é uma unidade que pertence ao Governo do Estado do Pará, sendo gerenciada pela Pró-Saúde desde a sua inauguração, em 2018. A unidade está localizada a 114km da capital Belém.

O hospital é referência em casos de média e alta complexidades na região do Baixo Tocantins, e presta atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Em seus dois anos de funcionamento, já realizou mais de 3.000 partos e cerca de 165 mil atendimentos, entre consultas, internações, exames e cirurgias.

Ampliar fonte
Contraste