Home » Maternidade de Barcarena: Atividades e encontro entre mães marcam a primeira semana do mês de conscientização sobre o aleitamento materno
Agosto Dourado

Maternidade de Barcarena: Atividades e encontro entre mães marcam a primeira semana do mês de conscientização sobre o aleitamento materno

Durante a primeira semana do mês, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) celebrou a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno por meio de ações na Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM).

A campanha faz parte do Agosto Dourado, mês que simboliza a luta pelo incentivo ao aleitamento materno em todo o mundo. No HMIB, unidade do Governo do Pará, gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, entre os dias 2 e 6 de agosto foram realidades diversas atividades interativas e palestras com especialistas para mães, acompanhantes e profissionais de saúde.

A cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno, assim como o laço simbólico em apoio à vida. Além da simbologia, a unidade também decorou os corredores de forma lúdica para levar informações às mães. Durante todo o mês, a cor fará parte da decoração do Materno-Infantil de Barcarena em apoio à causa.

SMAM no Materno-Infantil de Barcarena

A programação da SMAM teve início na última segunda-feira (02/08), em diversos setores da unidade. No Banco de Leite da unidade houve uma palestra sobre a importância da semana para incentivo ao aleitamento e sobre os desafios da amamentação para as mães e no retorno ao trabalho, com a psicóloga Paola Lima.

“A volta ao trabalho, em muitos casos, desperta o medo da separação entre mãe e o bebê e um receio de que o bebezinho perca o vínculo materno, por ser estabelecido os cuidados por terceiros. É importante ter um suporte e apoio para se adaptar a essa nova fase, e saber distinguir os papéis que envolvem a maternidade”, disse a psicóloga.

Após a ação, a terapeuta ocupacional do HMIB, Heloísa Santos, realizou uma atividade interativa com os colaboradores com perguntas e respostas sobre mitos e verdades que envolvem a amamentação. A ideia foi trabalhar, de forma lúdica, a conscientização do aleitamento materno dentro do ambiente hospitalar, ao longo de toda a semana.

“Ensinar sobre aleitamento materno com recursos interativos, como jogos, perguntas e respostas, permite a maior participação das mães, acompanhantes e colaboradores proporcionando um nível mais elevado de aprendizagem, com motivação e engajamento sobre a causa”, explica Heloísa.

Ao longo da semana, houve ainda palestra com a psicóloga sobre o papel do pai e da família na amamentação. “O pai e os familiares podem e devem ser partes desse processo como auxiliares da mulher, participando das atividades domésticas, trazendo suporte físico, emocional e psicoafetivo, sendo uma fonte de troca com a mãe e revezando as atividades enquanto cuidador”, ressalta a psicóloga.

Mães contam suas experiências

Eliana Pinheiro, mãe pela segunda vez, falou da sua alegria de compartilhar com as mães orientações acerca da prática. Ela acompanha a filha prematura que está recebendo cuidados clínicos na unidade de terapia intensiva.

“Devido minha filha ser muito prematura, ainda não pude amamentar ela no seio, mas graças as profissionais eu comecei a fazer a ordenha e amamentar minha filha pelo copinho. Já tive filho, mas não sabia dessa possibilidade para mães que têm dificuldade. Estou aprendendo muito no hospital”, disse a dona de casa.

No encontro, as mães puderam aprender também sobre a importância da amamentação para o desenvolvimento do bebê frente à Covid-19 e na prevenção de inúmeras doenças, e melhores formas de nutrir o bebê mesmo se estiver com a doença. As mães também receberam orientações, como o leite materno ameniza possíveis riscos tanto para a mãe quanto para o bebê, com a pediatra Suellen Fernandes.

A programação foi encerrada nesta sexta-feira (06/08), com uma palestra sobre a importância da doação de leite materno, com incentivos às doações para mães e usuárias que estavam na recepção da unidade ao Banco de Leite Humano do HMIB. A nutricionista Danielly Sousa ainda destacou os benefícios para mães e bebês, e cuidados posturais para melhor amamentar e ordenhar o leite materno.

Inaugurado em 2018, o Materno-Infantil de Barcarena realiza atendimento 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Nos seus dois anos de funcionamento a unidade já realizou mais de 3,5 mil partos e cerca de 165 mil atendimentos entre consultas, internações, exames e cirurgias.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde