Home » HRBA encerra programação alusiva ao Outubro Rosa com atendimentos médicos e ações de beleza

HRBA encerra programação alusiva ao Outubro Rosa com atendimentos médicos e ações de beleza

Iniciada no dia 2 de outubro com a iluminação da fachada do Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará (HRBA) nas cores símbolo do maior movimento de prevenção e diagnostico do câncer em todo o mundo, o rosa, a Campanha Outubro Rosa deste ano teve a maior programação da história de Santarém, um mês inteiro de atividades de educação, beleza, esportiva e de saúde. No município outros prédios ganharam além da iluminação na cor rosa, o laço, outro símbolo da campanha que a cada ano ganha novos parceiros, são instituições publicas e privadas que unem as forças em busca de um maior esclarecimento sobre essa doença que se diagnostica em sua fase inicial tem até 90% de chances de cura.

Em Santarém a programação esportiva ficou sob a organização da Sanclin e Amazônia Diagnósticos, com apoio do HRBA. No dia 11, sábado, a Sanclin realizou a II Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama, evento que reuniu aproximadamente 2,5 mil pessoas em frente ao Museu João Fona, local de onde saiu à corrida e caminhada.  No dia 25, sábado, a Amazônia Diagnósticos, realizou a VI Caminhada Rosa, evento que arrecadou alimentos a serem doados às pacientes oncológicas do HRBA e que reuniu aproximadamente 2 mil pessoas.

Dentro da programação do município a Câmara de Vereadores de Santarém realizou no dia 14 de outubro, quarta-feira, uma Sessão Especial alusiva ao Outubro Rosa, um momento de debate e também de comemoração. “A sociedade inteira tem que se unir por uma causa tão nobre como essa que é a prevenção e diagnostico precoce do câncer e mama. Essa luta mostrou que veio pra ficar, ano passado nos lutamos por um mamógrafo para a Casa da Mulher, conseguimos o mamógrafo e agora nossa luta é por mais médicos mastologistas para Santarém, hoje apenas o Hospital Regional possui”, enfatizou a presidente da Comissão de Saúde da CMS, vereadora Marcela Tolentino.

Durante todo o mês ocorreram palestras em escolas, associações e instituições de ensino superior, promovidas pela Amazônia Diagnostico e Liga Acadêmica de Oncologia da Universidade do Estado do Pará (LAOPA), além das palestras ministradas nas recepções dos ambulatórios do HRBA. No dia 15 de outubro, quarta-feira, o HRBA realizou sua abertura oficial da Campanha com a presença de autoridades, equipe médica, pacientes, colaboradores e artistas como as cantoras Paula Maia, Priscila Castro e também a Banda Oficial do 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC) que regeu lindas canções e embalou o evento. “Há um ano eu iniciei meu tratamento aqui no Hospital Regional, há um ano eu redescobri a vida, hoje eu me amo ainda mais, eu me acho linda e independente dos meus cabelos terem caído eu sou feliz e sigo minha vida normal, faço compras cuido da casa, curto minhas filhas, minha neta e por todos que me amam eu estou vencendo o câncer”, falou a paciente Maria Fernanda Salgueiro durante a abertura da campanha.

No dia 17 de outubro, na Orla em Frente a Praça do Pescador aconteceu uma blitz de sensibilização sobre o câncer de mama. O evento teve abertura às 20 horas e quem passou pelo local recebeu folders e material educativo sobre a doença e também sobre a necessidade do diagnostico precoce. No dia 29, quarta-feira, as equipes de assistência do Serviço de Oncologia do HRBA realizaram em Alter do Chão, região do Eixo Forte, a Ação Rosa, o evento que visa chamar a atenção das mulheres uma realidade, o câncer de mama, doença que segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) afetará em 2014 mais de 57 mil mulheres no Brasil.

Em Alter do Chão, distrito situado na Rodovia Estadual Dr Everaldo Martins, distante 30 km de Santarém, a ação foi realizada na Escola Sagrado Coração de Jesus que atende uma população de 450 mulheres dos bairros União e Nova União, e possui uma média de 220 crianças matriculadas.  A ação iniciou por volta das 8h30min e contou com a presença dos médicos Kalysta Borges, Carlos Hummes, Angeluce Santos e Marcos Fortes que atenderam 115 mulheres em consulta e também foram agendados junto a Central de Regulação os exames de mamografia, ressonância magnética, tomografia, audiometria, desintometria óssea, ultrasson, eletrocardiograma, que também foi realizado.

Na parte educativa foram realizadas varias palestras sobre o câncer de mama, oportunidade das mulheres conhecerem seu corpo e desmistificar mitos gerados sobre a doença que somente na região norte do país foram registrado 1.720 novos casos este ano . “Com o atendimento eu consegui não só a consulta médica como também receber a palestra sobre a doença e como eu tenho 38 anos eu já estou próximo é importante saber como está à saúde agora eu vou fazer a ultrasson mamaria e espero que venham outras vezes”, enfatizou a professora de educação infantil Noélia Ferreira da Costa.

Durante a ação os moradores de Alter do Chão também receberam cuidados com a beleza proporcionados pelas profissionais da Agiliza Marketing que realizou corte de cabelo, limpeza de pele, maquiagem, manicure, depilação e designer de sobrancelha. A ação encerrou por volta das 12h com um almoço ofertado pela comunidade. “A gente agradece a presença do Hospital Regional aqui em Alter do Chão e eu acredito que será um trabalho que continuará porque proporcionou as nossas mulheres conhecerem o que é o câncer de mama e como pode ser feito esse auto-exame. Esse é um local em que as pessoas tem dificuldades de atendimento e estas informações com certeza foram muito importantes”, declarou Mauro Vasconcelos presidente do Distrito de Alter do Chão.

Segundo o coordenador da Oncologia do HRBA, Dr Marcos Fortes, ação objetiva levar não apenas conhecimento como também assistência de qualidade para locais de difícil acesso.  “Todos os programas que realizamos visam o acesso adequado dos pacientes suspeitos de câncer de mama e para isto nós vamos até as comunidades que são representações da população e buscamos lembrar a população que é necessário fazer a avaliação seja por meio do auto exame da mama, ou da mamografia para as mulheres acima de 40 anos ou ainda para aquelas com histórico de neoplasia mamaria com idade superior a 35 anos, mais o importante é que toda mulher conheça seu corpo e faça o auto-exame”, enfatizou Marcos Fortes.

Dentro da Missão do Hospital Regional do Baixo Amazonas está prestar a assistência de média e alta complexidade para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e as campanhas externas também proporcionam maior interação entre hospital e comunidade. “Esse é um desafio continuo do Hospital Regional que é reconhecido nacionalmente como um hospital referencia tanto na assistência quanto no Ensino, sendo que somos o único hospital ensino fora de uma capital. Levar atendimento de saúde fora dos limites do Hospital Regional nos deixa mais próximos da comunidade e enfatiza nossa missão”, finalizou o diretor geral Hebert Moreschi.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde