Hospital São Lucas lança programa de desenvolvimento de líderes

Nos próximos seis meses, líderes que trabalham no Hospital Estadual São Lucas, no Forte São João, em Vitória, vão participar de uma série de capacitações que serão aplicadas por meio do Programa de Desenvolvimento de Líderes — Semear 1.

Os encontros vão acontecer quinzenalmente, e serão abordados assuntos ligados à autoconhecimento, como ferramenta de desenvolvimento, liderança e sua equipe, motivação e comunicação. Segundo a psicóloga e responsável pelo projeto, Thaisa Carvalho, o programa tem a função de tornar efetivo o papel da liderança para obter resultados concretos, alinhados à estratégia de trabalho do hospital. “A proposta é produzir mudanças comportamentais e tornar o gestor um agente capaz de promover um clima e ambiente favoráveis, efetivando, assim, o papel da liderança”, explicou. 

A primeira sensibilização aconteceu no lançamento do projeto, no dia 13 de julho. Na ocasião, a consultora da Pró-Saúde, Nilsa Yamanaka, falou da importância de utilizar as ferramentas da Qualidade para resolver problemas e impulsionar ações corretivas. “A intenção é contribuir para a melhoria dos processos, mitigação de riscos e promover uma gestão efetiva”, afirmou Nilsa.

A diretora Administrativa e Financeira da unidade, Adriana Morais, explicou que a fase inicial do projeto será direcionada aos gestores e o objetivo é atingir todos os colaboradores. “Ser um líder é um exercício contínuo. Por isso, os envolvidos terão oportunidades de promover interações por meio de dinâmicas, com assuntos vividos diariamente em seu respectivo setor. A finalidade do projeto Semear é desenvolver pessoas”, afirmou.

Adriana ainda ressaltou que o projeto foi desenvolvido com base nas respostas da pesquisa de clima e por meio do canal de comunicação entre o colaborador e o setor de Recursos Humanos (RH), ações que foram realizadas neste ano.

Além do setor de Recursos Humanos, o projeto conta com a contribuição do Núcleo de Educação Permanente (NEP) e do Núcleo de Qualidade de Segurança do Paciente (NQSP).

Comunicação com o colaborador

A pesquisa de clima mencionada por Adriana foi um passo importante para conhecer a percepção que o colaborador tem do hospital. Ela foi aplicada entre os dias 10 e 13 de abril. Por meio de um formulário eletrônico, desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação (TI) da unidade, a pesquisa apresentou questões referentes aos aspectos institucionais, estilos de gestão, condições de trabalho e relações interpessoais.

Já o canal de comunicação do colaborador com o RH foi lançado no mês de junho deste ano. Ele aborda assuntos ligados a bem-estar no local de trabalho, capacitação profissional, relacionamento entre os colegas, entre outros.

“Essas ferramentas foram criadas com objetivo de conhecer melhor o colaborador e planejar ações de melhoria no ambiente organizacional e humano”, explicou Thiara Ferreira, coordenadora de RH do hospital.

Thiara afirmou que o canal de comunicação não exige a identificação do colaborador. Basta apenas preencher um formulário, disponibilizado em duas urnas: próximo ao refeitório e na área de acesso ao RH.

O hospital

Mantido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, o Hospital Estadual São Lucas é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of