Hospital São Lucas finaliza a segunda edição da Semana de Humanização

A importância de se colocar no lugar do outro, foi um dos assuntos abordados na 2ª edição da Semana Interna de Humanização do Hospital Estadual São Lucas, em Vitória. O encontro aconteceu entre os dias 31 de julho e 3 de agosto.

No primeiro dia, membros da Comissão de Humanização da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), reforçaram, junto aos gestores do hospital, as diretrizes da Política Nacional de Humanização (PNH).

“Criada em 2003 pelo Ministério da Saúde, a Política Nacional de Humanização tem o objetivo de qualificar e tornar mais atencioso o atendimento nos hospitais que compõem a rede do Sistema Único de Saúde (SUS)”, esclareceu Ruskaia Poyares, integrante da Comissão de Humanização da Sesa.

Ela também explicou a função e os benefícios de se ter um Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) atuante no hospital. “Esse grupo atua no regaste de valores, amplia a integridade, proporciona a qualidade no cuidado e na democratização da gestão, em benefício dos usuários e dos trabalhadores da saúde”, completou.

O GTH está em processo de formação no Hospital São Lucas. O período de inscrições aconteceu durante a Semana de Humanização.

“Serão selecionados colaboradores distribuídos em todas as áreas do hospital. A proposta do Grupo de Trabalho de Humanização é ampliar a qualidade nos serviços, implementando ações de humanização durante a assistência aos usuários e nas relações com os profissionais do hospital”, afirmou Sara Nepumoceno, presidente da Comissão de Humanização.

Para evidenciar a importância do acolhimento durante o atendimento, motivação e interação nos processos de trabalho, um grupo de colaboradores, entre eles, membros da Comissão de Humanização do hospital, apresentou um teatro para os gestores e diretores da instituição.

Criatividade e animação foram marcas presentes no segundo e no terceiro dia da Semana de Humanização. Um grupo de profissionais das áreas assistencial e administrativa visitou os setores do hospital, cantando músicas que estimulavam abraços, apertos de mãos e sorrisos.

Durante as apresentações, colaboradores também receberam mensagens motivacionais, por parte do grupo.

A terapeuta ocupacional e vice-presidente da Comissão de Humanização do hospital, Synara Sampaio Novais, promoveu uma interação com os participantes, apresentando assuntos ligados à comunicação verbal, trabalho em equipe e motivação. Também foram exibidos vídeos que representavam o trabalho humanizado durante a assistência ao paciente. Uma roda de conversa entre os colaboradores finalizou a programação interna.

Para a auxiliar de Farmácia, Jessika de Almeida Costa, a Semana de Humanização reforçou como é possível fazer a diferença na assistência dedicada ao paciente, familiares e acompanhantes.

“Um atendimento de qualidade começa desde a entrada do paciente até sua saída do hospital. É sempre bom parar e avaliar nossas atitudes, inclusive, com o colega de trabalho. Oferecer um atendimento humanizado é um desafio que faz toda a diferença”, observou.

 

O Hospital

 Mantido pelo Governo do Estado do Espírito Santo, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of