Home » Hospital Regional de Marabá amplia o número de profissionais treinados para captação de córneas

Hospital Regional de Marabá amplia o número de profissionais treinados para captação de córneas

A iniciativa visa aprimorar e expandir o serviço na unidade, que já realizou em maio, com sucesso, a sua primeira captação

O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, realizou nesta quinta-feira (12), em parceria com a Central Estadual de Transplantes (CET), a capacitação de novos profissionais da unidade, que visa ampliar a captação de córneas na região.

A iniciativa da instituição que pertence ao Governo do Pará e é gerenciada pela Pró-Saúde, irá contribuir com as ações da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), que realizou com sucesso nesse mês de maio, a primeira captação de córneas na unidade.

Promovido pela CET, com o apoio do Banco de Olhos do Hospital Ophir Loiola, a capacitação no Regional em Marabá abordou aspectos éticos e legais da doação de córnea, além de temas técnicos como, por exemplo, anatomia e fisiologia ocular, técnicas práticas de enucleação, e transporte e armazenamento dos globos oculares.

Segundo a enfermeira Crisila Reis, membro da CIHDOTT no Regional de Marabá, a capacitação contribuiu para qualificação dos profissionais de enfermagem da região.

“Aprendemos na prática a técnica da enucleação, que é a retirada da córnea em perfeito estado para doação. Simulamos o procedimento cirúrgico em uma cabeça de porco e conhecemos as etapas necessárias para que o processo seja realizado com êxito até o doador”, explicou.

De acordo com Valdemir Girato, diretor Hospitalar do HRSP, em dezembro de 2021, a unidade capacitou um profissional em Belém para realizar o procedimento que recentemente foi feito com muito sucesso em Marabá.

“Capacitamos mais três profissionais da unidade, que irão contribuir com a ampliação desse serviço e identificação de novos doadores. É um passo importante para consolidação da captação de órgãos na região”, ressaltou.

O diretor destacou ainda que com quatro profissionais aptos para realização do procedimento na unidade, o grande desafio agora será sensibilizar a sociedade para a importância da prática da doação de órgãos.

Rede de Apoio

Para ampliar a rede de apoio e a doação de órgãos na região, representantes da CET e membros da CIHDOTT do HRSP, realizaram nesta quinta-feira (12), uma visita técnica a promotora Mayanna Silva de Souza Queiroz do Ministério Público do Pará, para apresentarem as ações desenvolvidas em prol da captação de córnea no Estado.

“Fomos muito bem recebidos pela promotora, ela se colocou à disposição para apoiar as ações desenvolvidas em prol da doação de órgãos em nosso Estado”, explicou Valdejane Barros, assistente social que atua no Regional de Marabá.

Referência para mais de 1,2 milhão de pessoas de 22 municípios da região, o Regional de Marabá realizou no dia 4 de maio deste ano, a sua primeira captação de córneas. O processo inédito foi realizado após o consentimento de familiares de um paciente de 27 anos que teve morte encefálica na unidade.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde