Home » Hospital Regional da Transamazônica celebra mês do meio ambiente com “Sexta da Bike”

Hospital Regional da Transamazônica celebra mês do meio ambiente com “Sexta da Bike”

Programação, que estimulou os colaboradores a substituir o carro pela bicicleta, também contou com café da manhã especial e entrega de mudas de plantas

O Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira, unidade que pertence ao Governo do Pará e é gerenciada pela Pró-Saúde, realizou nesta sexta-feira (10), uma programação alusiva ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

A “Sexta da Bike” faz parte da programação desenvolvida pelo setor de Sustentabilidade, com o apoio do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH), que convidou os funcionários da unidade a deixarem seus veículos em casa e irem trabalhar de bicicleta.

Nesta manhã, 25 profissionais das áreas assistencial, de apoio e administrativo foram recepcionados no bicicletário do hospital com orientações, café da manhã especial e entrega de mudas de plantas cultivadas e retiradas do próprio jardim da instituição, como boldo e manjericão.

De acordo com Geiza Raposo, supervisora de Sustentabilidade, as ações têm como objetivo incentivar hábitos saudáveis, mudança de comportamento, redução dos impactos e preservação do meio ambiente.

Para conscientizá-los, são desenvolvidos diversos projetos. “Um exemplo é a utilização das canecas sustentáveis, feitas com o reaproveitamento da fibra de coco, proposta do projeto “Dê Asas”, que incentiva colaboradores a pensarem em melhorias para a unidade”, destaca a supervisora.

Para o aprendiz administrativo Kalel Rodrigues, trabalhar em uma instituição que consegue integrar saúde e sustentabilidade é muito importante. “Foi muito legal participar da ação. É bom saber que quando pedalamos estamos fazendo bem a nós mesmos e ao meio ambiente”, afirma.

Descartáveis e plástico

De 2020 a 2021, mais de 190 mil unidades de copos descartáveis de 50ml e 200ml deixaram de ser consumidos no hospital.

Outro item que apresentou redução no consumo foram as habituais bobinas de plástico utilizadas nas farmácias do hospital para distribuir os remédios de cada paciente, sendo substituídas por uma opção mais sustentável e prática: bolsas retornáveis feitas com material emborrachado e em medidas adequadas para a necessidade hospitalar.

De janeiro a junho deste ano, o HRPT utilizou 411 rolos de bobina, uma redução de 47% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando a unidade utilizou 778 rolos.

Com a ação, o hospital deixou de descartar aproximadamente 180kg de plásticos por mês.

Segundo Rayanne Lopes, coordenadora do Serviço de Controle e Infecção Hospitalar (SCIH), as bolsas passam por um rigoroso processo de higienização para serem novamente disponibilizadas para uso na farmácia.

“Depois de serem utilizadas, as bolsas são enviadas para a lavanderia, onde é feita a limpeza e desinfecção. Somente após todo esse processo elas são liberadas para uso novamente”, explica.

De acordo com Geiza, as iniciativas são eficazes, já que todos reconhecerem a importância do meio ambiente. “Buscamos realizar esses projetos para que tenhamos uma melhor qualidade de vida, não só para os nossos colaboradores, mas também para a comunidade em geral, sempre com o intuito de cuidar e preservar”, enfatiza.

Projetos sustentáveis

No ano passado, o Hospital Regional Público da Transamazônica recebeu menções honrosas no Seminário Hospitais Saudáveis 2021, pelos projetos sustentáveis desenvolvidos na unidade. O evento é nacional e tem como objetivo abordar os diversos temas relacionados às questões ambientais nos estabelecimentos de saúde do país.

O Regional da Transamazônica também é reconhecido nacionalmente entre os melhores hospitais públicos do Brasil e possui a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), reconhecimento que atesta a qualidade dos serviços prestados à população no interior do Pará.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde