Hospital Oncológico Infantil realiza oficina de produção de cartões natalinos sustentáveis

Oficina de Cartões de Natal

A iniciativa, realizada há quatro anos pela área de Humanização, proporciona um momento de descontração e alegria durante a espera pelas consultas

O Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, promoveu ao longo desta semana, uma oficina especial para confecção de cartões natalinos. A ação, desenvolvida pela área de Humanização, é voltada para pacientes e seus acompanhantes que utilizam os serviços ambulatoriais da instituição.

A oficina, realizada pelo quarto ano consecutivo, aconteceu entre os dias 1 e 4 de dezembro, no espaço da Brinquedoteca do hospital e visou tornar o momento de espera pela consulta mais leve e prazeroso. “A intenção foi estimular todos os participantes a colocar em ação a sua criatividade. Sempre somos surpreendidos com o nível das ideias que surgem”, observou Elisabete Cabeça, colaboradora da área de Humanização, facilitadora da atividade.

A oficina também ensinou como produzir porta-guardanapos com temáticas natalinas. Com foco na sustentabilidade, todo o material utilizado na produção dos itens foi reaproveitado de ações anteriores. Foram utilizadas também, pastas-arquivo descartadas pelos setores do hospital.

Este ano, excepcionalmente, por causa da pandemia da Covid-19, o evento ficou restrito ao público atendido pela área ambulatorial, respeitando as indicações de distanciamento social. Em anos anteriores, todas as áreas do hospital eram comtempladas pelo projeto.

A pequena Ketley Melissa Rodrigues, de 9 anos, que faz tratamento há 2 anos no hospital, foi uma das crianças que aproveitou a oportunidade e pretende fazer uma surpresa especial. “Eu gosto muito de desenhar e quero fazer um cartão para dar para uma funcionária, porque que gosto muito dela. Ela sempre me trata bem toda vez que venho aqui”, comentou.

Jaasai Araújo, assistente de Humanização da unidade, considera a ação como um modo de relacionamento com os pacientes e seus familiares. “Nosso objetivo com essa atividade é sempre estabelecer ações de relacionamento com os usuários, pois nossa preocupação é oferecer um serviço personalizado, sempre pensando na sensibilidade. Isso gera empatia entre todas as partes envolvidas na atividade”, observou.

A Humanização é uma das diretrizes institucionais da Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 anos de história que administra o Oncológico Infantil. A entidade sempre busca o cuidado centrado nas pessoas, estabelecendo vínculos fraternos para usuários e colaboradores.

Desde a sua inauguração, em 2015, o Hospital Oncológico Infantil já ofereceu mais de 1,4 milhão de atendimentos oncológicos para crianças e adolescentes. A unidade, que faz parte da estrutura de saúde pública do Governo do Estado, é referência na Região Norte no diagnóstico e tratamento especializado do câncer infantojuvenil, prestando atendimento totalmente gratuito aos pacientes.