Hospital Oncológico Infantil comemora o Dia Mundial da Gentileza

Dia Mundial da Gentileza

Na unidade, que é referência em oncologia pediátrica no Norte do país, usuários e funcionários enxergam oportunidades para expressar elogios

A gentileza é um ato influenciador. Ao receber um bom tratamento, a primeira atitude é querer retribuir, não importando qual seja a maneira. Especialistas costumam defender a famosa frase “gentileza gera gentileza”, pois acreditam que ela esteja ligada ao desenvolvimento da conexão entre as pessoas. Nesta sexta-feira (13), é comemorado o Dia Mundial da Gentileza, atributo que vem sendo bastante observado no mundo corporativo.

No Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, gerenciado pela Pró-Saúde em Belém, a cultura da gentileza é estimulada em via de mão dupla. Tanto os usuários do serviço, quanto os funcionários, que enxergam oportunidades para expressar elogios.

Compartilhando a cultura de gestão desenvolvida pela Pró-Saúde, o hospital mantém, em todos os cinco andares, murais de elogios acessíveis aos usuários dos serviços, para expressar seus sentimentos em relação ao atendimento recebido.

A atividade de atualização dos murais é feita pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) que, de forma acolhedora e diferenciada, oferece diversos atendimentos aos públicos interno e externo do hospital, com a missão de ser resolutivo às demandas que são apresentadas rotineiramente.

Em cinco anos de atuação, o setor alcançou um marco expressivo de 49 mil atendimentos, que resultaram em uma média anual de aproximadamente 98% de satisfação dos usuários.

Fagner Reis, colaborador do Serviço de Higiene e Limpeza do hospital, é apontado por diversos colegas de trabalho como um exemplo notório de pessoa gentil. O Oncológico infantil, onde atua há 4 anos, é o seu primeiro emprego.

“Se eu tratar bem as pessoas, eu serei também bem tratado. E isso gera um bem-estar no ambiente de trabalho, pois eu procuro sempre dar o melhor de mim, entregando o melhor serviço”, ressalta. Ele atribui o seu bom desenvolvimento à instituição, que o qualificou para agir com cortesia dentro e fora do trabalho.

“Ele é uma pessoa visivelmente gentil com todos. É educado, simples e bastante atencioso. Eu lhe admiro como pessoa, como amigo e como companheiro de trabalho. Sempre está disponível para ajudar. Um simples gesto dele já nos ensina a ser gentil”, garante Adilene dos Reis, colega de trabalho.

A psicóloga da área de Recursos Humanos do hospital, Thalissa Muniz da Silva, defende que praticar a gentileza é um hábito que faz a diferença. “A gentileza no ambiente de trabalho é tão importante, que traz vantagens até para quem a pratica. Além de proporcionar boa reputação para o colaborador, estimula um olhar positivo da população em relação à imagem da instituição, sem contar que isso contribui para o nível de empregabilidade e retenção de talentos na área profissional”, observa.

Ações

Aproveitando o dia comemorativo, o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) e os setores de Humanização e Sustentabilidade, farão ações alusivas à data. O SAU entregará brindes e certificados, como o objetivo de homenagear os colaboradores mais elogiados nos últimos três meses pelo tratamento gentil e humanizado aos usuários.

Já a Humanização e a Sustentabilidade entregarão cartões em formato de coração, com mensagens de estímulos à prática da gentileza em diversas situações envolvendo aspectos dos cotidianos profissional e pessoal.