Hospital Galileu promove o conforto espiritual e a renovação da esperança durante celebração religiosa na unidade

A esperança e a fé são sentimentos diários no ambiente hospitalar, é a luta pela vida de forma constante em conjunto com o desgaste emocional.

Para trazer conforto espiritual e renovar esperanças, na última sexta-feira, 29/5, o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) recebeu uma celebração religiosa oferecida pela Paróquia Santo Antônio de Pádua, localizada em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

A ação faz parte da programação da Pastoral da Saúde do HPEG, unidade do Governo do Pará e gerenciada pela Pró-Saúde. A celebração foi realizada respeitando todos os protocolos de segurança e contou com a participação de colaboradores de diferentes setores da unidade.

Em um momento de bênçãos e com a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, o Padre Fabrício Albuquerque percorreu os corredores do hospital, que há um mês atende casos exclusivos do novo coronavírus (Covid-19).

“O objetivo maior dessa celebração é falar de uma força maior que tudo, o amor de Deus. Foi um momento de bênçãos, trazendo a luz por meio da fé para todos os pacientes internados e para os profissionais atuando na linha de frente”, explica o padre, responsável pela celebração.

A Pastoral da Saúde é um organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vinculada à Comissão Episcopal para o Serviço de Caridade, da Justiça e da Paz e que atua em três dimensões: solidária, comunitária e Dimensão político-institucional.

“Proporcionar assistência religiosa aos usuários, levando em consideração que a pessoa humana tem três dimensões: a física, a psíquica e a espiritual, a Pastoral vem para auxiliar neste equilíbrio, para que o corpo se recupere”, explica Lidiana Sousa, supervisora de Humanização do HPEG.

O Hospital Galileu conclui o ano de 2019 com 125 mil atendimentos realizados, sendo 7.872 consultas especializadas, 4.274 internações, 54.077 exames, 3.314 cirurgias e 56.288 atendimentos multiprofissionais.

A unidade Hospital foi o primeiro hospital público da capital a conquistar a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Esta é uma das mais respeitadas entidades avaliadoras dos serviços de saúde do país.

Outro feito inédito foi a conquista do prêmio internacional “Health Care Climate Challenge”, que avalia instituições de saúde que estão avançando em direção ao cuidado inteligente com o meio ambiente. A unidade foi uma das cinco instituições nacionais vencedoras do Desafio do Clima pela Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (Global Green and Healthy Hospitals – GGHH).

O Hospital foi reconhecido na categoria de Redução de Gases do Efeito Estufa (não energia), entre 117 unidades que participaram com inscrições em todo o mundo.