Hospital Galileu faz campanha de incentivo à doação de sangue

Doador de Sangue

Na semana em que é celebrado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, unidade visa conscientizar sobre a importância da doação e mobilizar uma caravana solidária

O Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), gerenciado pela Pró-Saúde, em Belém, deu início, nesta segunda-feira (23), a semana do doador de sangue. Entre as atividades previstas na programação, que se estenderá até a sexta-feira (27), estão palestras e gincanas voltadas para pacientes, e uma caravana solidária.

Realizada em parceria com a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (HEMOPA), a iniciativa tem como objetivo a conscientização do público sobre a importância do ato de doação, além de mobilizar novas doações para aumentar os estoques de sangue.

“Realizamos a semana do doador de sangue para ressaltar a importância que eles têm na vida de pessoas que precisam de transfusão”, explica Kerina Quaresma, enfermeira responsável pela Agência Transfusional do Hospital Galileu.

Além disso, colaboradores do HPEG participarão de uma caravana solidária até o HEMOPA, para a arrecadação de bolsas de sangue para a unidade. “Estou feliz em poder contribuir com essa campanha. O ato de doar sangue é fundamental e necessário, afinal, todos podemos precisar”, conta Renata Saraiva, auxiliar administrativa do HPEG e uma das participantes da caravana.

O Dia Nacional do Doador de Sangue é comemorado em 25 de novembro. A data tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue, além de buscar a conscientização da população. Anualmente, diversos hospitais gerenciados pela Pró-Saúde, no Pará, realizam campanhas voltadas para o tema.

“Doar sangue não é apenas um ato de solidariedade. É um ato de vida, de cidadania e de amor ao próximo. Cada doação pode ajudar a salvar até quatro vidas. Por isso, precisamos ter essa conscientização e realizar a doação”, acrescenta Kerina.

Quem pode doar?
Podem doar sangue pessoas com boa saúde e idade entre 16 anos completos (com autorização dos pais) e 69 anos. É necessário pesar mais de 50 quilos e apresentar documento de identidade original com foto. Não precisa estar em jejum.