Hospital Estadual de Urgência e Emergência inova com rádio interna para pacientes e colaboradores

Além de músicas e dicas de saúde, a Rádio HEUE também homenageia colaboradores e pacientes

O Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), gerenciado pela Pró-Saúde em Vitória, conta com mais uma ferramenta de comunicação com os usuários e profissionais. Implantado em maio deste ano, a Rádio HEUE tem tomado conta dos corredores das unidades de Internação, Alta Dependência de Cuidados (UADC), Refeitório e setor administrativo, com músicas em som ambiente e orientações de saúde, como a importância do uso de máscaras, higienização das mãos, prevenção no trânsito e cuidados com alimentação.

O canal também é um meio para homenagear os trabalhadores aniversariantes e as categorias profissionais atuantes no hospital em datas comemorativas, como o Dia do Enfermeiro ou do Médico. A proposta da rádio é, a partir de agora, envolver também os pacientes, celebrando seus aniversários.

O diretor hospitalar do Hospital Estadual de Urgência e Emergência, Paulo Czrnhak, explica que a ideia partiu de uma necessidade de tornar o ambiente hospitalar mais acolhedor e próximo do usuário e dos profissionais da instituição.

“Estar em um ambiente hospitalar não é um processo fácil. As pessoas não escolhem estar dentro de um hospital e, por isso, ofertar a elas um atendimento de qualidade, em um ambiente humanizado, alegre e acolhedor, é importantíssimo para a recuperação. Com ações como essa, podemos fazer diferença na vida desses pacientes, principalmente durante o período de tratamento”, explicou Paulo Czrnhak.

E o projeto tem recebido elogios dos frequentadores do hospital, mostrando que foi uma escolha acertada. Para José Guilherme dos Reis Duarte, auxiliar de Higienização e Limpeza do HEUE, a rádio tem tornado o ambiente de trabalho mais leve e alegre. “É bom trabalhar ouvindo música. A gente nem vê o tempo passar”, afirma.

Segundo Czrnhak, para atender todo o público, a Rádio HEUE conta com uma programação variada, com músicas de vários estilos, como sertanejo, pop, gospel e também aqueles sucessos antigos, que marcaram a infância de muitas pessoas. “Os profissionais têm a liberdade de escolher as canções que serão transmitidas. A ideia é tornar a programação ao vivo, com a participação deles em tempo real”, conclui.