Home » Fé e emoção marcam a visita da imagem de Nossa Senhora de Nazaré no Oncológico Infantil
Nossa Senhora de Nazaré

Fé e emoção marcam a visita da imagem de Nossa Senhora de Nazaré no Oncológico Infantil

“Pedi que Ela me desse minha saúde”, foi a prece do pequeno Walaff Matheus Marques, de apenas quatro anos, durante a visita da padroeira na unidade

A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, padroeira dos paraenses, marcou o encerramento das festividades da quadra nazarena, tradicionalmente desenvolvida pelo Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém. Uma missa, marcada por emoção e realização de votos, foi celebrada na entrada central do hospital, na manhã desta terça-feira (26).

As atividades do Círio 2021 desenvolvidas no Oncológico Infantil tiveram início no dia 8 de outubro. Com o apoio do Programa de Voluntariado Religioso, a Pastoral da Saúde proporcionou o acolhimento religioso aos profissionais, pacientes e acompanhantes que professam a fé católica com a visita de uma imagem da santa em diversos setores, como Unidade de Tratamento Intensivo, leitos de internações, postos de enfermagem, classe hospitalar e áreas administrativas.

Um dos objetivos da Pastoral da Saúde, trabalho incentivado pela Pró-Saúde, entidade filantrópica que administra o hospital, é levar ao público hospitalar conforto espiritual, fé e esperança, promovendo a defesa e o cuidado da vida. Em novembro de 2018, a entidade institucionalizou a Pastoral da Saúde nos hospitais que gerencia nas diferentes regiões do país.

“O trabalho é sustentado numa compreensão de cuidado que fortalece a espiritualidade de todos. Para tanto nossa unidade conta fortemente com as ações de voluntários que se dedicam em prestar assistência espiritual segundo as necessidades, respeitando as crenças e tradições dos pacientes e seus familiares”, explica Jaasai Ribeiro, analista do Setor de Humanização do Oncológico Infantil.

Contemplação

O ápice das festividades realizadas ao longo do mês, foi a visita da imagem peregrina (a mesma usada na procissão do Círio) de Nossa Senhora de Nazaré, nesta terça-feira (26), nas unidades de internação do Oncológico Infantil.

A imagem foi levada à contemplação dos pacientes e seus acompanhantes por membros da Diretoria da Festividade de Nazaré.

Um momento que chamou a atenção de quem acompanhava o traslado da imagem peregrina pelo hospital foi a atitude do pequeno paciente Walaff Matheus Marques, de apenas quatro anos de idade.

Há um mês em tratamento contra uma leucemia, o menino, natural do Município de São Sebastião da Boa Vista, no Arquipélago do Marajó, em um gesto fervoroso de gente adulta, tocou na imagem, fechou seus olhinhos e orou em silêncio.

“Pedi que Ela (a Santa) me desse minha saúde” , respondeu ao pé do ouvido de quem o havia questionado, sendo direto e claro sobre o que ele havia dito em sua oração.

O Oncológico Infantil Octávio Lobo é a principal referência no Norte do País no tratamento oncológico de crianças e adolescentes. O hospital integra a rede pública de saúde do Governo do Pará e presta atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Hoje, o hospital ostenta a mais alta certificação de qualidade do país, a Acreditado com Excelência, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), entidade sem-fins lucrativos que atua em conjunto com a International Society for Quality in Health Care (ISQua), na promoção da qualidade na saúde em países como Estados Unidos, Reino Unido, França e Canadá.

Nossa Senhora de Nazaré 2

Voto de gratidão

A administradora Márcia Oliveira é colaboradora do setor de Contratos do Oncológico Infantil. Ela foi uma das profissionais que também conduziu a imagem peregrina da santa e ressalta o significado deste momento. “Poder carregar em meus braços a imagem de Nossa Senhora de Nazaré encheu meu coração de gratidão”, declarou.

Ela conta que em agosto deste ano passou por uma situação que definiu como um “livramento”. Ao chegar em sua casa, após a jornada do trabalho, foi surpreendida com uma triste cena. O teto do seu apartamento estava totalmente no chão. “Naquele momento, o medo inundou meu coração ao ver tudo o que eu havia conquistado destruído ali, mas algo me chamou a atenção, minha Bíblia e a imagem de Nossa Senhora de Nazaré estavam intactas em meio ao entulho, foi algo inacreditável”, disse.

Márcia explica o motivo do voto que havia acabado de cumprir na 4ª edição das festividades religiosas realizadas no Oncológico Infantil. “Pude ter certeza de que Deus e Nossa Senhora estavam comigo. Prometi que enquanto estivesse trabalhando no hospital carregaria em meus braços em todos os Círios a imagem dela, como forma de agradecimento pelo livramento, pois no momento do acidente, eu estava no hospital trabalhando. Sou muito grata pelo amor e cuidado que senti”, afirmou ela emocionada.

 

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde