Família viaja mais de 110 quilômetros para doar sangue em Marabá

A doação de sangue foi realizada no Hospital Regional do Sudeste do Pará que promove campanha até o dia 28 de junho

Os familiares e amigos de Simeão Lira vivenciaram uma terça-feira diferente. Ontem, 25, eles viajaram 110 quilômetros entre as cidades de Palestina e Marabá para cumprir a promessa feita pela mãe de Simeão à Nossa Senhora de Fátima quando ele estava internado no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em decorrência de um acidente de motocicleta. Foi doando sangue que o grupo retribuiu a recuperação bem-sucedida, emocionando as pessoas que aguardavam no posto de coleta montado pelo Hemopa Marabá no Hospital.

“Me sinto muito feliz em saber que posso ajudar a salvar vidas. Peço que as pessoas não meçam esforços para fazer o mesmo. Às vezes, achamos que nunca vamos precisar de sangue. Ninguém está preparado para isso. A verdade é que muita gente precisa, como um dia o meu filho precisou. Hoje ele está bem, por isso viemos aqui para ajudar a quem precisa para que fique do mesmo jeito que ele: a salvo”, disse dona Sônia.

O Hospital Regional de Marabá, unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (SESPA), promove pela 36ª a Campanha de Doação de Sangue. Janicleia Souza Paiva, que é integrante do Programa de Voluntariado da Pró-Saúde, foi uma das pessoas que também viveu uma experiência nova ao doar sangue. “Não esquecerei nunca desse momento. Foi muito bom, uma sensação muito gratificante. Vou doar quantas vezes puder”, prometeu a voluntária.

Ao todo, 51 pessoas compareceram à ação. Para mobilizar os voluntários, ao longo desta semana, o grupo Amigos de Sangue, formado por colaboradores do Hospital, percorreu os corredores das enfermarias orientando pacientes, acompanhantes e visitantes sobre a programação. Além disso foram realizadas palestras educativas para usuários ambulatoriais, colaboradores da Unidade e estudantes da Universidade do Estado do Pará (Uepa), com o apoio do Hemopa Marabá.

A coordenadora da Agência Transfusional do HRSP, Socorro Leão, comenta sobre a importância da doação de sangue. “A doação de sangue tem um valor inestimável. É um gesto simples que salva vidas”, afirma a médica.

Serviço

Quem puder doar ainda dá tempo. A campanha encerrará na sexta-feira, 28/06. Até lá, as doações poderão ser feitas no Hemopa Marabá, localizado na Rodovia Transamazônica, número 251, próximo ao Instituto Nacional de Seguridade Social. O posto de coleta funciona das 7h às 12h30. Os requisitos são: ter entre 16 e 69 anos, pesar ao menos 50 kg, estar bem alimentado, em bom estado de saúde e levar um documento oficial de identificação, como carteira de identidade e habilitação. Menores de idade precisam estar acompanhados dos pais e, no caso dos idosos, se estiverem doando pela primeira, a idade máxima é 60 anos.

Sobre a Unidade

O Hospital Regional de Marabá, gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), tem 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Possui perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, oferecendo atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial,Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva adulto, pediátrica e neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia.