Exercícios melhoram desempenho de profissionais que atuam no Hospital de Campanha do Hangar

Ginástica

Ginástica laboral tem ajudado na prevenção de doenças associadas à rotina do trabalho

Atuar frente à recuperação de pacientes com Covid-19 exige um bom condicionamento físico. Em busca de estratégias que contribuam para o condicionamento físico de profissionais de saúde, a ginástica laboral tem sido uma grande aliada para os colaboradores que atuam no Hospital de Campanha do Hangar.

Em minutos, uma série de exercícios, que proporcionam benefícios à saúde, é realizada. A fisioterapeuta da unidade hospitalar criada pelo Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde, Rosangela Barbosa, destaca a importância da atividade. “A ginástica laboral objetiva aumentar a qualidade de vida dos funcionários, a partir da diminuição do estresse e até da ansiedade. Como muitos colaboradores ficam muito tempo em pé, no computador ou escrevendo, a prática será muito positiva e agregará para o bem-estar de todos”, diz a profissional.

Mais de 900 profissionais compõem o quadro funcional do Hospital de Campanha do Hangar e, toda a semana, podem participar das atividades. Entre os funcionários que participaram da atividade e destacaram os benefícios dos exercícios realizados está a enfermeira Ione Borges. “Acredito que a ginástica melhora até a autoestima. Eu fico diretamente no computador e realizo alguns exercício repetitivos. Por isso, participo das aulas e gosto bastante”, comenta.

A ginástica laboral colabora para o aumento da produtividade, prevenção de doenças, alívio de estresse e sentimento de trabalho em equipe. “Esses diversos benefícios comprovam que a prática da ginástica é fundamental para o desenvolvimento de cada funcionário, além de promover um ambiente mais acolhedor e proativo”, comenta o técnico em Segurança do Trabalho, João Paulo.

Síndrome de Burnout

No ambiente de trabalho, a Síndrome de Burnout é o que mais preocupa os profissionais. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença é resultante de estresse crônico, não administrado com êxito, no local de trabalho e caracterizada a partir de três elementos: sensação de esgotamento, cinismo ou negativismo relacionados ao serviço e eficácia profissional reduzida.

“É importante que todos os profissionais interajam nos seus postos de trabalho de maneira positiva, de forma que esse exercício diário não esgote o psicológico do colaborador. Nesse ambiente, é importante que haja metodologias para que esse profissional consiga ressignificar os diversos sentimentos que permeiam o serviço. Neste sentido, e também para prevenir outras patologias, a ginástica laboral é fundamental”, afirma o psicólogo da Pró-Saúde, Rogis Coutinho.

Ampliar fonte
Contraste