“Direção Viva” alerta sobre os perigos no trânsito

Os acidentes de trânsito são a causa de um a cada cinco atendimentos no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA). A Unidade é referência em atendimento de trauma de média e alta complexidades e recebe a maioria das vítimas de trânsito em estado grave na região. 

De janeiro a outubro deste ano, 927 pessoas foram admitidas no Hospital em decorrência desses traumas. Um deles foi Elan Barbosa Silva, que está internado no HRSP desde o dia 6 de novembro. Ele conta que a recuperação não é fácil, principalmente porque está longe da família. “Todos os dias, a minha filha pergunta quando voltarei para casa. É difícil ficar internado. A minha vida era uma correria e eu não dependia de ninguém. Ia para o trabalho, para roça, resolver as minhas coisas. Agora, nessa situação, preciso de ajuda para tudo”, disse o vigilante.

Elan divide a enfermaria com mais três pacientes. Destes, somente um não sofreu acidente de trânsito. Seu Valdevino Batista da Costa é um dos companheiros de quarto de Elan. “O meu acidente foi um vacilo. Estava dirigindo devagar, mas não vi uma placa. Voei por cima dela e quebrei a perna”, comentou o lavrador. 

Como no caso de Valdevino, a falta de atenção é um dos grandes vilões no trânsito, junto com o excesso de velocidade, a ausência dos equipamentos de segurança e o uso do celular. Este é o alerta que o Hospital Regional de Marabá tem feito aos usuários ambulatoriais ao longo desta semana, por meio do programa “Direção Viva: Você Consciente, Trânsito mais Seguro!”. A programação acontece às vésperas do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito, celebrado no próximo domingo, 18/11.

O padeiro Samário Dias participou da orientação realizada na Unidade, enquanto aguardava a chamada para consulta médica. “É importante o Hospital falar sobre isso. Porque todo cuidado é pouco no trânsito. Acaba que a gente tem que dirigir por nós e pelos outros, pois muitos ainda bebem e pegam a direção colocando em risco a vida de todo mundo”, argumentou o usuário.

Programa

Realizado desde 2016, o “Direção Viva” sensibiliza a população para a prevenção dos acidentes de trânsito. A iniciativa acontece de forma contínua nas unidades públicas do Pará, administradas pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). 

Em Marabá, as ações contam com o apoio da Sespa, Departamento de Trânsito do Pará (Detran-PA), Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), Polícia Rodoviária Federal, universidades e escolas técnicas, dentre outras instituições. 

De acordo com o diretor Hospitalar, Valdemir Girato, apesar de ainda ser significativo o número de atendimentos a acidentados, gradativamente, observa-se a redução das estatísticas na Unidade. Enquanto que em 2017, de janeiro a outubro, o HRSP recebeu 1.770 pacientes com esse perfil, em 2018, no mesmo período, o número de acidentados atendidos foi de 48% a menos.

“Paralelo às ações de sensibilização, nós percebemos a redução do atendimento às vítimas de trânsito. Isso representa uma mudança importante, mas ainda é grande o número de acidentes. E o interessante é que, pelo menos, 80% deles poderiam ser evitados se todos compreendessem o valor da vida”, afirmou Girato.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of