Culto ecumênico no Hospital Metropolitano leva conforto espiritual aos pacientes internados

Momentos de emoção e devoção foram compartilhados por pacientes, acompanhantes e colaboradores durante o culto ecumênico especial pelo Dia Mundial do Enfermo, realizado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA).

A data, lembrada no dia 11 de fevereiro, é uma iniciativa do Papa João Paulo II como forma de conscientizar a população sobre a importância do tratamento e atenção às pessoas doentes. No Metropolitano, unidade gerenciada pela Pró-Saúde, a celebração aconteceu nesta sexta-feira, 14.

Na data, o pastor Junior Mesquita comandou, junto a membros do grupo Abecas Capelania, a ação na recepção do ambulatório. Todos puderam louvar e partilhar a sua fé, além de receber uma oração de acolhimento espiritual.

As orações foram voltadas aos pacientes, acompanhantes e visitantes, assim como os colaboradores do Metropolitano, e especial aos pacientes das internações e enfermarias.

“No nosso pensamento, entendemos que todo dia podemos trabalhar para melhorar a vida do ser humano, no caso da unidade, independente da enfermidade, fazemos isso levando louvor, oração”, relata o pastor, líder religioso do grupo de voluntários Abecas Capelania.

Para Rita Ribeiro, que está em tratamento no Metropolitano, e que sofreu um acidente de trânsito em dezembro de 2019, acompanhar a celebração foi um momento de muita emoção.

“Depois do meu acidente, pensei logo no Metropolitano, fiz meu tratamento e permaneço no processo de recuperação. As dores do corpo incomodam, mas ouvir um pouco da palavra de Deus me fez sentir renovada, e por dentro, eu me sinto bem. Me emociono com esse gesto”, contou.

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência é uma unidade referência no tratamento de média e alta complexidades em traumas e queimados para a região Norte pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade recebe pacientes da Região Metropolitana de Belém, de diferentes municípios do Pará e também de outros estados. Em 2019, realizou mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e por imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.