Creches da zona Leste distribuem livros para crianças

Com apoio de projeto social de uma instituição financeira, cerca de 670 crianças carentes receberam kits com dois livros infantis

Ao longo deste mês, cerca de 670 crianças atendidas nos quatro Centros de Educação Infantil (CEIs), gerenciados pela Pró-Saúde na zona Leste da capital paulista, receberam kits com dois livros infantis.

Beneficiadas pelo projeto social de uma instituição financeira, os pequenos, que tem entre zero e três anos de idade, receberam os livros “Os olhos do Jaguar”, que conta um pouco das histórias e cultura do povo Maraguá; e “Enquanto o almoço não fica pronto”, que permite aos pequenos conhecer a vida de uma família que cultiva em seu lar a união, o amor e a harmonia.

A leitura é um potente elemento de desenvolvimento cognitivo, intelectual e criativo das crianças e deve ser estimulado desde muito cedo. “A participação da família é fundamental neste processo, para que a criança crie o hábito de leitura, além de fortalecer os vínculos e a participação ativa na educação desde a primeira infância”, destaca Tais Lopes, pedagoga e analista de Filantropia da Pró-Saúde, entidade que atua na educação básica desde 1998.

Por meio de convênio firmado com a Prefeitura de São Paulo, via Secretaria Municipal de Educação, a Pró-Saúde mantém quatro Centros de Educação Infantil em atividade: Jardim Eliane, Jardim São Jorge, Lageado e Santa Rita, beneficiando, diretamente, mais de 670 crianças da Zona Leste de São Paulo.

A educação infantil tem como etapa essencial para a construção da identidade e da subjetividade das crianças a garantia dos cinco direitos de aprendizagem: conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se, exaltando o protagonismo das crianças e o potencial para aprender.

Ampliar fonte
Contraste