Protocolo de Fratura de Fêmur no Idoso gera resultados no HEGV | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Protocolo de Fratura de Fêmur no Idoso gera resultados no HEGV

13/12/2018

Protocolo de Fratura de Fêmur no Idoso gera resultados no HEGV

Em março de 2018, o Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV), localizado no Rio de Janeiro (RJ), implantou o Protocolo de Fratura de Fêmur no Idoso, que tem como objetivo realizar procedimentos cirúrgicos em paciente com diagnóstico de fratura do fêmur proximal, com idade a partir de 60 anos, visando uma desospitalização segura e mais rápida, melhorando a parte psicológica do paciente e, com isso, uma diminuição da morbidade e mortalidade.

Segundo o coordenador da Ortopedia do HEGV, Marcos Paulo Ramos Mugayar, a fratura do fêmur proximal é uma causa comum e importante de mortalidade e perda funcional em idosos. A lesão desta região tem relação direta com fragilidade do organismo e osteoporose, uma vez que quedas e traumas simples na terceira idade podem gerar a ruptura deste osso.

O fluxo, do momento da internação até a alta, se inicia na Emergência com a identificação dos pacientes elegíveis ao Protocolo. Esses pacientes realizam os exames pré-operatórios e, após a liberação clínica, são encaminhados ao Centro Cirúrgico em até 48 horas, fazendo o pós-operatório em unidade fechada. E posteriormente são encaminhados para a Enfermaria de Ortopedia.

Após a alta hospitalar, esses pacientes são levados para o Ambulatório de follow-up da própria Unidade. Na Enfermaria, os pacientes que tem indicação, já são colocados de pé pelo serviço de Fisioterapia. O Protocolo da Fratura do Idoso caminha junto com o Protocolo de Cirurgia Segura.

Em 2017, foram operados de março a outubro, 158 pacientes com os critérios de inclusão no protocolo, com um tempo médio de permanência de 16,26 dias de internação. No mesmo grupo, em 2018, foram operados 251 pacientes, com tempo médio de permanência de 5,07 dias de internação.

De acordo com o diretor Técnico do HEGV, Paulo Ricardo Lopes da Costa, a resolução precoce destas fraturas, faz com que o custo hospitalar per capta diminua, levando à melhoria das taxas de ocupação e, consequentemente, uma maior oferta de leitos.

Após a criação do Protocolo, todas as equipes foram treinadas e sensibilizadas quanto ao ganho de qualidade assistencial para o paciente. Além de toda a equipe de Ortopedia, a integração de todos os envolvidos (NIR, CTI, Anestesia, Equipe do Centro Cirúrgico, Enfermagem, Fisioterapia, Banco de Sangue, Direção) foi um dos segredos para o sucesso do Protocolo.

Atualmente, o HEGV ainda conta com o apoio dos residentes da ortopedia: Renan Herbert, Matheus Guilhon e Carlos Alves, que são os responsáveis pela coleta de informações e mapeamento do Protocolo.  

Mensalmente, é realizada uma reunião para discussão de resultados e identificação de oportunidades de melhorias.

 

+ Notícias

21/01/2019 - Saúde: SBIm alerta os participantes da Jornada Mundial de Juventude sobre a importância da vacinação

21/01/2019 - Saúde: Ministério da Saúde brasileiro se preocupa com doença toxi-infecciosa vinda da Venezuela

21/01/2019 - Humanização durante o parto no HU fortalece vínculo entre mãe e bebê

21/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência conta com o serviço de Terapia Ocupacional

21/01/2019 - Pró-Saúde lança site do Hospital Materno-Infantil de Barcarena com foco na transparência dos serviços oferecidos para a sociedade

18/01/2019 - Pró-Saúde anuncia Semana de Farmácia Hospitalar com meta da Organização Mundial da Saúde

18/01/2019 - O papel do farmacêutico no ambiente hospitalar

17/01/2019 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza a 1ª Semana de Farmácia Hospitalar

17/01/2019 - IEC promove evento sobre cuidados paliativos

16/01/2019 - Saúde: Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2019 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2019 - Saúde: Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2019 - Saúde: Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2019 - Saúde: Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2019 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Saúde - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Saúde: Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2019 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Saúde: Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - Saúde: SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - Saúde: SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade

08/01/2019 - Mural das Virtudes promove melhoria nas relações interpessoais no Hospital Regional de Altamira

07/01/2019 - Com mais de 14 mil partos e três milhões de consultas, Pró-Saúde encerra gestão do Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e da UPA 24h, no Paraná

07/01/2019 - Hospital Galileu divulga resultado de aprovados para o curso de Cuidador de Idosos

07/01/2019 - Colaboradores do HU arrecadam roupinhas para bebês durante curso