Hospital na Amazônia cria suporte de notebook para segurança do trabalhador | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Hospital na Amazônia cria suporte de notebook para segurança do trabalhador

24/07/2017

Hospital na Amazônia cria suporte de notebook para segurança do trabalhador

Os notebooks ou laptops já viraram parte da rotina diária das pessoas. Na casa, no trabalho, na escola ou faculdade, é comum ver gente utilizando os computadores portáteis. E que tal otimizar esta experiência ao criar um suporte que dê mais conforto ao usuário durante a utilização do notebook?  Foi isto que fez o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira (PA), por meio do setor de Gestão de Pessoas na unidade.

Há cerca de um ano, durante o projeto “Dê Asas”, a unidade começou a fabricar estes suportes, a custos muito baixos. Isto porque se reutilizam canos de PVC que estão sem serventia, no setor da Manutenção, para a confecção dos novos materiais. “O suporte, além de ser muito barato, também leva em conta a questão ecológica, pois damos mais utilidade a estes materiais, reaproveitamos e evitamos a poluição do meio ambiente”, explica o técnico em Segurança do Trabalho, Loghan Marinho.

A ideia é que cada colaborador que trabalhe com um computador portátil tenha seu próprio material para uso na unidade. A confecção é simples, os canos são montados para ficarem no formato do suporte. “Temos o apoio do setor de Manutenção. Apresentamos o projeto e eles executam. Você pega um metro de cano para fazer o suporte. O trabalho a mais é a pintura, para deixar o suporte mais bonito. Mas a relação custo-benefício é muito boa”, complementa Loghan.

Mais conforto e menos chances de lesão

O grande objetivo dos suportes é dar mais comodidade e conforto aos colaboradores no ambiente de trabalho. “Ele (suporte) traz um conforto ergonômico para quem utiliza, tendo em vista que o note fica um pouco mais alto, quase na linha dos olhos”, ressalta Loghan Marinho.

De acordo com a terapeuta ocupacional do Hospital Regional Público da Transamazônica, Rafaela Rizzi, o uso prolongado e inadequado de computadores portáteis pode ocasionar dores musculares que podem evoluir para problemas de saúde, como uma tendinite e a Lesão por Esforços Repetitivos (LER). ' Os problemas ocorrem quando o antebraço não está relaxado. Assim, grupos musculares da coluna e os membros superiores se contraem, levando a quadros de algias e lesões', destaca.

Os suportes atendem à Norma Reguladora 17 (N17), do Ministério do Trabalho e Emprego, que regulamenta a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos colaboradores, evitando assim o desconforto do trabalhador e aumentando sua produtividade.

Sustentabilidade

Outro ponto muito importante desta iniciativa é o reaproveitamento dos materiais. Os canos de PVC utilizados nos suportes virariam lixo. Desta forma, eles ganham uma nova utilidade. A sustentabilidade é um dos princípios da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do HRPT por meio de contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

O projeto dos suportes, aliás, não é o único que incentiva a reciclagem de materiais utilizados no hospital que seriam descartados. O reaproveitamento das mantas de SMS, usadas para proteger e manter o processo de esterilização das caixas de instrumentos cirúrgicos, é outro exemplo bem-sucedido realizado na unidade. Com a reciclagem, as mantas se transformam em bolsas para acompanhantes, aventais, sacos para coleta de roupa hospitalar e lençóis para uso em macas e no necrotério do hospital.

A Pró-Saúde gere, além do HRPT, mais cinco hospitais públicos no Pará, todos com projetos de sustentabilidade vigentes. Paulo Czrnhak, diretor Operacional da Pró-Saúde, que também coordena as ações do programa de Sustentabilidade da entidade no Estado, explica que para que haja uma vida sustentável é necessário que a economia, sociedade e o meio ambiente estejam equilibrados. 'Atuamos em prol de uma melhor qualidade de vida, e para isso, devemos ir além de prestar atendimento em saúde, e trabalhar na educação em saúde, fomentando na sociedade uma cultura na qual mente e corpo estejam sãs. E isso só ocorre, quando mudamos de atitude', comentou o diretor.

Desde que esta questão passou a ser trabalhada nessas instituições, observou-se o fortalecimento da governança; a criação de oportunidades para se repensar os processos e usos, gerando inúmeras melhorias às unidades de saúde; bem como, a redução de custo e consumo nos recursos naturais, como água, energia, matérias de escritório. A sustentabilidade tem contribuído, ainda, para a gestão de riscos e a comparabilidade, de forma a dimensionar os indicadores de cada hospital, comparando-os a outros nos âmbitos nacional e internacional.

Hoje, dos 15 hospitais mundiais que possuem o selo ' “Materiality Disclosures”, emitido pela Global Reporting Initiative (GRI), cinco são brasileiros. Desses, apenas dois são públicos e estão no Pará, sendo ambos gerenciados pela Pró-Saúde: Hospital Público Estadual Galileu e Hospital Regional do Baixo Amazonas. Eles conquistaram a certificação com a produção do relatório de sustentabilidade, que é uma atitude de transparência e compromisso com os pilares de economia, sociedade e meio ambiente.

 

+ Notícias

18/01/2018 - Pró-Saúde anuncia Semana de Farmácia Hospitalar com meta da Organização Mundial da Saúde

18/01/2019 - O papel do farmacêutico no ambiente hospitalar

17/01/2018 - Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza a 1ª Semana de Farmácia Hospitalar

17/01/2019 - IEC promove evento sobre cuidados paliativos

16/01/2019 - Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2018 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2018 - Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2018 - Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2018 - Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2018 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2018 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade

08/01/2019 - Mural das Virtudes promove melhoria nas relações interpessoais no Hospital Regional de Altamira

07/01/2019 - Com mais de 14 mil partos e três milhões de consultas, Pró-Saúde encerra gestão do Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e da UPA 24h, no Paraná

07/01/2019 - Hospital Galileu divulga resultado de aprovados para o curso de Cuidador de Idosos

07/01/2019 - Colaboradores do HU arrecadam roupinhas para bebês durante curso

07/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza formatura de ABC para paciente internado no Centro de Tratamento de Queimados

02/01/2018 - Mãe e bebê prematuro recebem visita familiar para o Natal no Hospital Materno Infantil de Barcarena

02/01/2019 - Programação Natalina leva esperança e solidariedade para pacientes do HRPT

02/01/2019 - Hospital 5 de Outubro realiza programação musical de Natal

02/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza VI Semana SIPAT