Oncológico Infantil ampliou atendimento a crianças e adolescentes de municípios do interior | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Oncológico Infantil ampliou atendimento a crianças e adolescentes de municípios do interior

11/10/2016

Oncológico Infantil ampliou atendimento a crianças e adolescentes de municípios do interior

Primeira unidade hospitalar da região Norte referência no tratamento e diagnóstico de câncer em crianças e adolescentes, o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, completa um ano de inauguração nesta quarta-feira, 12/10. De dezembro de 2015 a setembro de 2016, a instituição realizou mais de 105 mil exames, 45.187 atendimentos com a equipe multiprofissional, 3.948 consultas médicas, 764 internações e 168 cirurgias.

Mais de 70% dos pacientes atendidos na unidade são de fora da Região Metropolitana de Belém, a exemplo da adolescente S.C.S.C., de 16 anos, uma das primeiras a ser admitida quando o hospital iniciou o atendimento. Ela e a mãe, Edith Soares Cardoso, são de Abaetetuba, município que fica a 122 quilômetros da capital paraense, e há mais de um ano enfrentam, juntas, o tratamento da doença. “Minha filha foi uma das primeiras pacientes daqui. No mesmo dia que a unidade começou a funcionar, ela estreou a cama nova e os edredons”, lembra a usuária. Para ela, a qualidade do atendimento é um dos diferenciais do hospital. “No Oncológico Infantil existe qualidade no serviço e humanização. Os médicos realmente se dedicam aos seus pacientes, assim como cada funcionário, desde a limpeza até a direção”, relata.

Outra mãe que acompanha o filho na unidade é Cinthia Portilho. No início de outubro, depois de seis meses de internação, Y. A. P., de seis anos, foi liberado para ir para casa. Ele continuará o tratamento na unidade, com consultas regulares e sessões de quimioterapia. “Eu digo que o meu filho é um milagre de Deus. Até eu que sou mãe pensei que ele não iria resistir, mas os médicos falaram que ele iria conseguir e que eu não deveria desistir. Eles correram contra o tempo mesmo para ajudar o meu filho e agora ele recebeu alta”, contou a mãe, alegre, após ser informada que o filho receberia alta hospitalar.

Segundo a diretora Geral do Oncológico Infantil, Alba Muniz, além de garantir atendimento humanizado ao paciente e seus familiares, a unidade também significou um avanço no diagnóstico precoce de novos casos no Pará, uma vez que disponibilizou à população paraense estrutura técnica e recursos humanos especializados neste tipo de atendimento. Com isso, desde que foi inaugurada, 204 novos casos de câncer já foram atendidos no hospital.

“Há uma rede de regulação muito rápida para que lá em São Félix do Xingu, lá em Medicilândia, lá em Bragança ou lá em Paragominas, onde for, se tiver suspeita de câncer infantojuvenil e for descartada uma doença simples, a criança é trazida para cá para confirmar o caso. E tudo o que precisar, seja exame, avaliação de especialista, o que for, a gente se compromete com ela. Não tem que sair daqui pra fazer nada. O que ela precisar e não tiver aqui é a gente que busca”, argumenta a diretora.

Estima-se que 70% das crianças e adolescentes podem ser curados se o diagnóstico ocorrer no estágio inicial da doença. Os tipos mais comuns nessa faixa etária são leucemias e linfomas.

 

+ Notícias

16/01/2019 - Sobre o uso consciente dos antibióticos. Um desafio para a saúde pública

16/01/2019 - Metropolitano reforça a segurança da Unidade com a contratação de bombeiros civis

16/01/2018 - Com 180 mil atendimentos em 2018, Hospital Estadual de Urgência e Emergência é referência

15/01/2018 - Incidência de picadas de escorpiões aumenta durante o verão brasileiro

14/01/2018 - Suspeita de peste bubônica é investigada no Rio de Janeiro

14/01/2018 - Lei institui mês de combate a hepatites virais

14/01/2018 - Hospital Oncológico Infantil recebe novos voluntários

14/01/2019 - Para o novo governo, deputados sugerem ações para garantir melhor acesso da população à saúde pública

14/01/2019 - Mais de 10.200 casos de sarampo foram confirmados no Brasil

11/09/2019 - Colaboradores do Hospital Estadual de Urgência e Emergência participam de atividades de gerenciamento de custos

10/01/2019 - Voluntários de projeto de passeio ciclístico adaptado no Parque do Utinga recebem orientações sobre primeiros socorros

10/01/2018 - Pró-Saúde completa um mês de gestão própria do Hospital São Luiz

09/01/2019 - Nova proposta prevê a diminuição de riscos de eclâmpsia em gestantes

09/01/2019 - SUS incorpora nova dosagem do medicamento para pacientes com esclerose múltipla

09/01/2019 - SUS oferece novos procedimentos para pacientes com degeneração da retina

09/01/2019 - Colaboradores do Materno-Infantil de Barcarena recebem treinamento sobre Time de Resposta Rápida

08/01/2019 - Workshop reforça Segurança do Paciente com atividades lúdicas e interatividade

08/01/2019 - Mural das Virtudes promove melhoria nas relações interpessoais no Hospital Regional de Altamira

07/01/2019 - Com mais de 14 mil partos e três milhões de consultas, Pró-Saúde encerra gestão do Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e da UPA 24h, no Paraná

07/01/2019 - Hospital Galileu divulga resultado de aprovados para o curso de Cuidador de Idosos

07/01/2019 - Colaboradores do HU arrecadam roupinhas para bebês durante curso

07/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza formatura de ABC para paciente internado no Centro de Tratamento de Queimados

02/01/2018 - Mãe e bebê prematuro recebem visita familiar para o Natal no Hospital Materno Infantil de Barcarena

02/01/2019 - Programação Natalina leva esperança e solidariedade para pacientes do HRPT

02/01/2019 - Hospital 5 de Outubro realiza programação musical de Natal

02/01/2019 - Hospital Metropolitano realiza VI Semana SIPAT

28/12/2018 - CEIs participam de avaliação anual e promovem planejamento para 2019

28/12/2018 - Funcionários do HRPT fazem ceia de Natal para pacientes

28/12/2018 - HMIB alerta sobre a Campanha Dezembro Vermelho

27/12/2018 - Caravana Iluminada de Natal encanta crianças no Hospital Oncológico Infantil