Hospital Regional de Marabá implanta gestão de custos participativa

Assim como no orçamento doméstico, gerenciar custos também é uma tarefa desafiadora no ambiente organizacional. É preciso planejar os investimentos para obter resultados satisfatórios. E isso não é diferente na assistência à saúde. Por isso, cada vez mais unidades hospitalares adotam métodos estratégicos de gerenciamento financeiro que contribuem para a garantia da qualidade do atendimento ao usuário. 

No Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), unidade pública gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a sustentabilidade é um dos compromissos da instituição. Nesta semana, a unidade abordou o assunto em um treinamento com os líderes dos setores, a fim de incentivar a gestão participativa.

Durante o encontro, o diretor Administrativo e Financeiro do HRSP, Rodrigo Fauth, reforçou o impacto positivo da gestão de custos no processo de melhoria contínua da unidade. ''A assistência envolve diversas etapas além do atendimento em si. É preciso olhar o todo porque, por trás dela, há uma infinidade de processos que também precisam ser planejados, eficientes e seguros. Esse é um dos viés da sustentabilidade'', afirmou. 

Para auxiliar os gestores no novo processo, o hospital implantará, em julho, a Comissão de Gestão de Custos, que será responsável pela análise mensal dos indicadores de custo e por dar suporte a coordenadores, supervisores e gerentes. A iniciativa tem o objetivo de auxiliar no planejamento das ações e na tomada de decisão. A meta semestral de redução dos custos, a partir dessa nova plataforma, é de 5%.  

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of