HMAR participa de pesquisa que avalia eficácia de medicamento para pé diabético

O Hospital Memorial Arthur Ramos (HMAR), localizado em Maceió (AL), integra um grupo seleto de 12 centros nacionais escolhidos pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para participar da pesquisa “Avaliação da eficácia e segurança do fator de crescimento epidérmico recombinante (FCEhr) intralesional em participantes com úlcera de pé diabético no Brasil”. O estudo será conduzido pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz).

De acordo com a FioCruz, cerca de 300 participantes irão colaborar com esta pesquisa, cujo objetivo é avaliar a resposta dos pacientes brasileiros com diabetes e úlcera nos membros inferiores, caracterizando o quadro de pé diabético, ao medicamento cubano Heberprot-P.

Nos dias 11 e 12/07, uma equipe liderada por Sabrina Corrêa Enriquez, coordenadora de estudos clínicos em Bio-Manguinhos/Fiocruz, esteve no HMAR para treinar os profissionais envolvidos (médicos, enfermeiras, farmacêutica, fisioterapeuta, além do serviço do Laboratório de Análises Clínicas). A previsão é iniciar o estudo no mês de agosto.

“Esta é uma pesquisa multicêntrica nacional acerca de um medicamento que pode revolucionar a assistência ao paciente portador de úlcera de pé diabético. É um estudo de extrema importância, pois trata-se de uma droga inovadora que permite cicatrizar a úlcera plantar, uma das principais causas de amputação maiores e menores em pacientes diabéticos”, ressaltou Guilherme Pitta, coordenador da Cirurgia Vascular e Endovascular do HMAR.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of