Enfermeiros do Pronto-Socorro Engenho Novo participam de treinamento sobre classificação de risco

O Pronto-Socorro do Engenho Novo, em Barueri (SP), promoveu treinamento sobre a aplicação do protocolo de classificação de risco.

Feita no momento em que o paciente dá entrada na unidade, a classificação de risco é um método que identifica a gravidade do paciente e, com isso, determina sua ordem no atendimento — casos mais graves são atendidos primeiro.

Ocorrido entre os dias 29 e 30 de março, o treinamento foi aplicado pelo gerente de Enfermagem Willians Alkimin Medeiros.

“Foi uma oportunidade de reforçar a orientação de como os enfermeiros devem agir em relação à esfera de cores e correlacionar os sinais vitais com os sintomas para efetuar uma classificação correta”, afirmou.

 

Entenda a classificação de risco

No Pronto-Socorro Engenho Novo, ao dar entrada na unidade, o paciente é acolhido e segue direto para a classificação de risco, momento em que o enfermeiro faz a avaliação, identificando o tempo máximo de espera pelo atendimento médico.

Se receber a classificação azul, o paciente pode ser atendido em até 3 horas; se for verde, até 2 horas para atendimento. Classificação amarela, considerada urgente, os cuidados médicos ao paciente devem acontecer em até uma hora. Em caso de classificação vermelha, o atendimento deve ser imediato ¾ há casos em que o paciente é levado diretamente para a sala vermelha de emergência.

“Na classificação de risco, os enfermeiros medem a pressão arterial, a frequência cardíaca e respiratória, a temperatura e fazem a escala de dor do paciente. Em crianças, também são realizadas as oximetria de pulso e a medição de peso e altura”, explica Willians.

A classificação de risco segue diretrizes do Ministério da Saúde e visa humanizar o atendimento, reduzindo o tempo de espera pelo atendimento médico, de acordo com a gravidade do paciente.

 

Cor

Situação

Tempo de espera

Vermelho

Emergente

Imediato

Amarelo

Urgente

em até 1 hora

Verde

Pouco urgente

em até 2 horas

Azul

Sem urgência

em até 3 horas

 

A unidade

Mantido pela Prefeitura de Barueri, o Pronto-Socorro Engenho é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar por meio de um contrato de gestão com a Secretaria de Saúde.

A unidade possui 14 leitos de observação — dos quais 5 são infantis — e mais 5 leitos para o atendimento de casos de emergência. O Pronto-Socorro oferece atendimento nas especialidades clínica geral, pediatria, odontologia e ortopedia. A unidade também realiza exames de raio-x, eletrocardiograma e laboratoriais. 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of