Agência Pará - Acadêmicos dos EUA fazem intercâmbio na área de saúde em Santarém | Pró-Saúde
Voltar para home
Imprensa

Na Mídia

Agência Pará - Acadêmicos dos EUA fazem intercâmbio na área de saúde em Santarém

 

 

Um grupo de oito estudantes universitários da West Virginia, localizada em Morgantown, nos Estados Unidos, visitou o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, para conhecer a estrutura da unidade e os serviços oferecidos. O grupo chegou ao Brasil no dia 31 de março e fica até esta terça-feira, 26. O intercâmbio foi realizado em parceria com a Organização não Governamental (ONG) Amizade, com base nos EUA, e que trabalha em 16 diferentes locais no mundo.

Ao todo, três alunos de Enfermagem, dois de Farmácia e três de Medicina se deslocaram até Santarém para conhecer o funcionamento do sistema de saúde, nos diferentes níveis. Os estudantes visitaram postos de saúde - inclusive em comunidade quilombola - e hospitais, além de participarem de palestras e atuarem como voluntários em projetos locais.

A estudante de Farmácia, Alexandra Greco, de 24 anos, ficou impressionada com a qualidade do atendimento oferecido pelo Hospital Regional de Santarém. “Fiquei surpresa com o hospital. Na verdade, eu não esperava que tivesse um hospital desta grandeza aqui, porque nós visitamos outras unidades e achei que basicamente esse seria o estilo de atendimento que tinha em toda a cidade”, conta.

Outro cuidado que a estudante aponta é a preocupação da equipe do hospital com a segurança do paciente. “Eu achei interessante porque, até na farmácia, tivemos que usar protetores, touca e sapatinhos”, revela Alexandra.

A coordenadora da ONG Amizade, em Santarém, Laís Alexander, diz que o objetivo dessa integração é oferecer experiências de aprendizado mútuo, onde tanto o projeto local, como as pessoas que participam, ganhem com isso. “Quem é o visitante aprende muito mais, porque, quando eles interagem com outros estudantes, podem discutir e compartilhar experiências. Essa interação também serve para quebrar alguns mitos”, explica Laís.

O anfitrião da visita ao hospital foi o médico oncologista Carlos Hummes. Ele acompanhou os acadêmicos e mostrou os diversos serviços oferecidos pela unidade. “É importante que os estudantes que vêm de fora conheçam a realidade de uma instituição terciária de alta complexidade no Brasil, e como ela funciona. Geralmente a ideia da maioria das pessoas é que vai encontrar um sistema de um país subdesenvolvido e, isso, de fato acontece em boa parte do nosso Brasil, mas não é o caso aqui. É interessante encontrar no meio da selva amazônica um local onde se tem um ensino de altíssima qualidade”, contextualiza Hummes.

Gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o HRBA é uma unidade pública e gratuita, referência para mais de 1,1 milhão de pessoas residentes em 20 municípios do oeste do Pará, e que atende casos de alta e média complexidade, 100% referenciados.

O hospital vem, nos últimos anos, recebendo diversos reconhecimentos nacionais. O último foi no final de março, em uma publicação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que apontou o HRBA como o único hospital público da região Norte a atingir os mais altos padrões de qualidade.

<< voltar