Home » Você já ouviu falar do câncer do endométrio? Conheça seus sinais e formas de tratamento
Cancer-do-Endometrio

Você já ouviu falar do câncer do endométrio? Conheça seus sinais e formas de tratamento

Você sabia que o câncer do corpo do útero pode ocorrer em diferentes partes do órgão? O mais comum é que ele se origine no revestimento interno do útero, chamado de endométrio e, por isso, a doença é conhecida como câncer do endométrio. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa de casos incidentes correspondeu a 6.540 casos para o ano de 2020.

O câncer do endométrio pode ocorrer em qualquer faixa etária, mas acomete principalmente as mulheres na pós-menopausa, depois dos 60 anos. As causas para este tipo específico ainda não foram estabelecidas por completo, entretanto há fatores que favorecem seu surgimento, como a obesidade, síndrome do ovário policístico, hipertensão arterial, diabetes, histórico pessoal ou familiar de câncer de mama, ovário, cólon ou endométrio.

Sinais indicativos do câncer do endométrio:

• Sangramento vaginal durante a pré ou pós menopausa;
• Corrimento vaginal branco ou amarelado na pós-menopausa, anterior ao sangramento;
• Dor ou sensação de peso na pélvis (bacia).

Quando ocorrem metástases extra-uterinas, ou seja, a disseminação do tumor em outras regiões do corpo, os sintomas podem estar relacionados com o grau de comprometimento do órgão acometido:

• Bexiga ou Intestino: obstrução desses órgãos;
• Fígado: pele amarelada ou alaranjada (icterícia);
• Pulmão: tosse e dificuldade para respirar;
• Sistema Linfático: gânglios inchados;
• Vagina: tumor nesta região ou na cavidade peritoneal.

Tratamento

O tratamento do câncer é direcionado de acordo com a fase em que se encontra. Nos estágios iniciais pode ser realizada uma cirurgia responsável por remover o útero, ovários e trompas, a fim de retirar o tumor. Caso a doença já esteja avançada, após a cirurgia a mulher pode complementar o tratamento realizando radioterapia ou quimioterapia.

Para prevenir o câncer no endométrio, o Instituto Oncoguia recomenda que, além de realizar o exame ginecológico papanicolau, é importante comparecer às consultas médicas para verificar se é necessário o uso de reposição hormonal durante o pós menopausa, e hábitos saudáveis aliados a atividades físicas regulares.

Para mais dicas e informações sobre os diferentes tipos de câncer, fique ligado no blog Vida Saudável!

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde