Unidades gerenciadas pela Pró-Saúde realizam atividades na Semana Mundial do Aleitamento Materno

Anualmente, 820 mil crianças com menos de cinco anos poderiam ser salvas caso tivessem sido amamentadas com o leito materno. Os dados foram divulgados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e chamam a atenção para a importância do estímulo à prática do aleitamento.

Em atendimento a essas recomendações e também em comemoração à Semana Mundial do Aleitamento Materno – celebrada anualmente entre os dias 1 e 7 de agosto – unidades hospitalares gerenciadas pela Pró-Saúde, realizam neste mês, várias ações e atividades com o objetivo de abordar os benefícios e a importância da prática para mães e filhos.

Nas redes sociais da Pró-Saúde, a campanha inclui dicas e dados importantes para promover o aleitamento materno, além de vídeos com depoimentos de pediatras e puérperas (mulheres que acabaram de dar à luz).

Segundo o Ministério da Saúde, o aleitamento materno deve ser a única forma de alimentação até o sexto mês de vida e pode evitar diversas mortes, além de ser fundamental para o crescimento e desenvolvimento da criança. A amamentação também é importante para estabelecer uma maior relação afetiva entre mãe e filho.

 

Rondônia

No Hospital Bom Pastor, localizado em Guajará-Mirim (RO), a atividade tem como público alvo as gestantes internadas na unidade, por meio de uma série de palestras que incentivam a amamentação exclusiva até os seis meses de idade, abordam a composição do leite materno, como amamentar o bebê de forma correta e outros assuntos relacionados ao tema. A ação também prevê a distribuição de material didático e lembrancinhas para as gestantes.

 

São Paulo

Em Jundiaí, interior do Estado de São Paulo, o Hospital Universitário (HU), referência no atendimento materno-infantil para a região, há uma extensa programação para celebrar a data. As atividades são abertas ao público e incluem: palestra “Amamentação: a base da vida”, com a pediatra neonatologista Gleise Moraes Costa, no dia 3 de agosto, às 10h; o “Encontro de Gestantes”, no dia 6, às 14h; e a visita de mães doadoras de leite humano aos recém-nascidos e suas respectivas mães na UTI Neonatal do HU, esta atividade é para mães convidadas e será seguida de um café da tarde.

 

As mães receberão macacões para os bebês com os dizeres: “movido a leite materno” e “eu divido meu leitinho”. Na recepção do HU, ocorre uma exposição de fotos relacionadas ao aleitamento materno, aberta à visitação do público até o dia 7 de agosto. Para manter o engajamento dos profissionais do HU, serão promovidas gincanas com perguntas e premiações, além de campanha de doação de frascos de vidro com tampa de plástico para armazenamento de leite humano.

 

Paraná

Um “mamaço” foi a estratégia escolhida pelo Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, localizado em Pinhais (PR), para reunir as mães que tiveram seus filhos na unidade. Além desta ação, no dia 7 de agosto, acontece uma Roda de Conversa com o tema “Amamentação – alicerce da vida”, com a supervisora de Enfermagem, Jaqueline Rosa, destinada ao público em geral.

 

O hospital é a única unidade pública que realiza partos no município. Entre janeiro a julho deste ano, foram registrados 1.116 nascimentos na unidade. O Hospital Municipal de Pinhais também se destaca pelo alto índice de partos normais, que ultrapassa 65%. No ano passado, 1.637 bebês nasceram na unidade, dos quais, 1.147 foram por parto normal.

Certificado como Hospital Amigo da Criança desde 2013, pela Unicef (Fundação das Nações Unidas para a Infância), o Hospital Municipal segue com rigor os dez passos do aleitamento materno, preconizado pela fundação. O atendimento às parturientes começa semanas antes do parto, quando elas vão até o hospital, junto de um acompanhante, para conhecer as instalações e também como será o atendimento — desde a recepção até a alta médica.

Assim que o bebê nasce, as equipes de enfermagem e médica já iniciam o protocolo de atendimento ao recém-nascido, que estimula o contato pele a pele com a mãe logo na primeira hora de vida. É também quando já começam os primeiros passos para o aleitamento materno, por meio de várias técnicas de estímulo. O hospital possui uma técnica de enfermagem que se dedica integralmente à tarefa.

 

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Fundada em 1967, a entidade sem fins lucrativos, tem sob sua responsabilidade mais de 2.500 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, além de reunir um dos maiores quadros de administradores hospitalares do Brasil, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do SUS.

Também faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, em São Paulo, cidade em que também fica localizada a sua sede administrativa.  Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade filantrópica qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) e oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of