Home » Sala de espera no HDLEM orienta sobre HPV

Sala de espera no HDLEM orienta sobre HPV

A equipe de Enfermagem do Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães, de Mairi (BA), promoveu a Sala de Espera abordando tema ‘HPV – Prevenção e tratamento’. Nesta palestra a enfermeira Cintia Salomão chamou a atenção para a importância de estar atento aos sintomas desta doença, que acomete homens e mulheres, e também quanto à realização de exames ginecológicos periodicamente.

 

O HPV (Papilomavírus humano)  é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. A principal forma de transmissão desse vírus é pela via sexual. A infecção pelo HPV normalmente causa verrugas de tamanhos variáveis. Elas surgem nos órgãos sexuais, ânus e colo do útero. As lesões também podem aparecer na boca e na garganta. Tanto o homem quanto a mulher podem estar infectados pelo vírus sem apresentar sintomas. Na presença de qualquer sinal ou sintoma dessa DST, é recomendado procurar um profissional de saúde, para o diagnóstico correto e indicação do tratamento adequado.

           As vacinas são preventivas e de dois tipos: as quadrivalentes (que serão aplicadas nas meninas pelo SUS), que previnem lesões genitais pré-cancerosas de colo do útero, vulva e vagina e câncer do colo do útero em mulheres e verrugas genitais em ambos os sexos; e as bivalentes que previnem lesões genitais pré-cancerosas e câncer do colo do útero em mulheres. O Ministério da Saúde orienta que mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos façam o exame preventivo, o Papanicolau, anualmente. A vacina não substitui a realização do exame preventivo e nem o uso do preservativo nas relações sexuais.

Ampliar fonte
Contraste
Voltar para o topo da página - Pró-Saúde