Regional da Transamazônica encerra atividades em alusão ao mês de prevenção ao suicídio

A ação contou ainda com a uma dinâmica que abordou o valor das emoções junto com os colaboradores

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, na região de integração do Xingu, encerrou, na última sexta-feira (30), sua programação voltada para o “Setembro Amarelo”, campanha que tem como foco a prevenção ao suicídio.

Com uma rodada de palestras de orientação sobre saúde mental, a unidade buscou dar visibilidade aos sinais de alerta sobre doenças como depressão e ansiedade, chamando a atenção para a importância dos cuidados e atenção aos sinais relacionados ao suicídio.

De acordo Paula Costa, psicóloga clínica que atua no Regional da Transamazônica, unidade que pertence ao Governo do Pará e é gerenciada pela Pró-Saúde, é preciso ficar em alerta aos sinais no comportamento.

“Quando uma pessoa desenvolve pensamentos suicidas, ela demonstra isso, muitas vezes, por meio de atos não verbais, como deixar de executar atividades comuns. Em fases mais avançadas, por exemplo, pode começar a falar cotidianamente sobre pensamentos negativos e de morte”, explica a profissional.

A ação contou ainda com a uma dinâmica sobre sentimentos, utilizando um girassol grande de papelão, onde as pétalas continham palavra como tolerância, alegria, evolução e amor, entre outras. Durante a ação, cada colaborador recebeu uma pétala e foi convidado a falar o que a palavra representava para si mesmo.

“Trouxemos para os profissionais a importância da regulação das nossas emoções e pensamentos. A dinâmica foi muito bem recebida e todos se sentiram à vontade para compartilhar suas experiências”, afirma Beatriz Magalhães, psicóloga clínica do HRPT.

A profissional destaca ainda a necessidade dar à saúde mental a mesma importância da física. “É imprescindível falar sobre suicídio para que as pessoas que estejam em sofrimento emocional e vivenciando situações difíceis possam buscar ajuda”, complementa.

O Hospital Regional Público da Transamazônica é reconhecido nacionalmente entre os melhores hospitais públicos do Brasil. A unidade possui a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). O reconhecimento atesta a qualidade dos serviços prestados à população no interior do Pará.