Profissionais do Hospital Yutaka Takeda recebem capacitação sobre Sarampo, H1N1 e coronavírus

Médicos e enfermeiros da unidade receberam orientações da Vigilância Epidemiológica de Parauapebas, sobre principais doenças epidemiológicas do município

O Hospital Yutaka Takeda (HYT), gerenciado pela Pró-Saúde em Parauapebas (PA), realizou, nesta semana, treinamento de seus colaboradores para reforçar as principais formas de cuidado com pacientes que apresentam casos de Sarampo, Influenza A/ H1N1 e suspeita de coronavírus.

O primeiro dia de treinamento, destinado a toda equipe assistencial, foi conduzido pelo médico Infectologista da Secretária de Saúde de Parauapebas, Thiago Fonseca. O profissional explicou sobre as principais doenças epidemiológicas, que acometem o município neste momento, como elas são transmitidas, qual o tratamento existente, se existe vacina para cada patologia, entre outras informações. Um ponto de destaque foram as orientações sobre como cada profissional de saúde pode aplicar medidas preventivas na sua rotina de trabalho, como higienizar as mãos, manter a cartão de vacinação em dias e usar os equipamentos de proteção individual (EPI) adequados.

Já sobre a chegada do Covid-19 no Brasil, o profissional explicou que o coronavírus causa doença similar a uma gripe e pode se espalhar de pessoa para pessoa. Os principais sintomas são: febre, tosse, falta de ar, dor muscular, dor de cabeça e dor de garganta. Em casos mais graves pode levar a pneumonia, síndrome respiratória aguda grave e insuficiência respiratória.

“Algumas atitudes básicas podem diminuir a transmissão de todas essas doenças como, por exemplo, a higienização frequente das mãos, seja com água e sabão ou preparação alcoólica, evitar tocar os olhos, nariz a boca antes de lavar as mãos, evitar ambientes fechados sem ventilação, não compartilhar objetos pessoas como garfo, colher, copos entre outros e evitar se aproximar de pessoas que apresentem os sintomas dessas infecções”, destacou Thiago.

Na oportunidade, também foi apresentado o plano de contingência do município. Sendo identificado algum caso de Covid-19, o fluxo é notificar o Ministério da Saúde, aplicar medidas de prevenção, coletar exames e comunicar a Vigilância Epidemiológica local.

Para enfermeira do HYT, Annallena Costa, que atua na gestão de riscos da unidade, a capacitação agregou aos profissionais de saúde embasamentos técnicos e científicos, frente aos cuidados prestados aos pacientes com suspeita de COVID- 19. “Diante do cenário atual, este treinamento veio trazer tranquilidade e direcionamento para que possamos prestar uma assistência centrada no paciente, com qualidade e segurança em nosso hospital”, ressaltou Annallena.

O segundo dia da capacitação, foi destinado aos colaboradores das áreas administrativas e de apoio. As orientações foram disseminadas pelo médico do trabalho da unidade, Djúnior Mota.

Sobre o Hospital Yutaka Takeda

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997.

A unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado em Excelência – Nível 3, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição.

Entre as conquistas de destaque da unidade também está o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam); e o recebimento de placa de reconhecimento pela participação no Desafio Resíduo, da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (_Global Green and Healthy Hospitals – GGHH_).