Pró-Saúde sensibiliza para o cuidado humanizado do idoso no Pará

Mais de 150 pessoas participaram do I Workshop de Saúde do Idoso, realizado nesta quinta-feira, 5/10, em Marabá (PA). O evento foi promovido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e teve como objetivo contribuir para o envelhecimento saudável na região. A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal e integrou as 50 'Ações do Bem' realizadas pela entidade para comemorar os seus 50 anos.

Seu Jaime Pereira dos Santos, de 71 anos, chegou cedo ao evento, pois não queria perder nenhuma dica dos palestrantes. Ele, que luta conta o diabetes há dois anos, afirmou que as orientações vão ajudá-los a controlar ainda mais a doença. 'Aprendi muitas coisas hoje que vou levar para sempre comigo', disse o participante. 

Ao lado dele estava dona Maria Trindade Matos, de 74 anos, que aproveitou para esclarecer dúvidas sobre alimentação na terceira idade. Para ela, o evento demonstrou o compromisso da entidade em promover a saúde do idoso e valorizá-lo. 'Me senti feliz em vir para cá, conhecer pessoas novas, poder interagir e receber informações que vão ajudar a melhorar a minha vida. Por exemplo, eu amo tapetes, mas vou tirá-los de casa para não correr o risco de cair', comentou a merendeira aposentada. 

Na plateia, além de idosos, também estavam presentes estudantes universitários e cuidadores de idosos. 

Durante a programação, eles foram orientados sobre temas importantes no cuidado com o idoso. Foram eles: armazenamento e descarte correto de medicamentos, higiene pessoal, prevenção de quedas, principais doenças e tratamentos nessa fase, alimentação, saúde emocional e Estatuto do Idoso. Nos intervalos, o público participou de oficina de artesanato e sessão de ginástica relaxante. Um grupo de idosos também se apresentou com danças regionais. 

Segundo o diretor-geral do Hospital Regional de Marabá, Valdemir Girato, para melhorar a qualidade de vida dos idosos na região, é preciso incentivar um estilo de vida saudável e disseminar informações que ajudem no cuidado diário. 'Nossa intenção aqui é contribuir para que essas pessoas vivam bem, com saúde, prontas para compartilhar com todos nós a sabedoria que acumularam ao longo da vida. E, aos jovens, alertamos que se preocupem desde agora com a velhice, porque o estilo de vida hoje influenciará no futuro', argumentou o gestor. 

Para a secretária de Assistência Social de Marabá, Nadjalucia Oliveira Lima, a iniciativa é importante para melhorar a realidade do idoso no município. Já a presidente do Conselho Municipal do Idoso, Maria Onete Fonseca, ressaltou que a programação ajudou a traçar o perfil do cuidador de idoso, que é cada vez mais necessário diante do processo de envelhecimento da população brasileira. 

Atendimentos

Referência em atendimento de média e alta complexidades para 22 municípios da região, o Hospital Regional de Marabá atendeu 2.886 idosos de 2015 a agosto de 2017. A maioria  dos atendimentos a esse público é motivado por acidente vascular cerebral (AVC), acidentes de trânsito e doméstico e cirurgia eletiva nas especialidades de Cirurgia Geral (pedra na vesícula), Urologia (problemas de próstata), Oftalmologia (catarata) e Ortopedia (fratura de fêmur por queda).

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of