Luta contra o câncer infantojuvenil é reforçada por ‘super-heróis’ no Hospital Oncológico Infantil

“Eu fiz um juramento de ajudar a salvar vidas e é isso que eu procuro fazer me cobrando muito a cada dia, não posso cometer erros”, esse foi o juramento feito pelo “superman” enquanto checava aos sinais vitais de um bebê de dois meses de vida. A cena não faz parte da ficção de nenhuma história em quadrinhos, foi mais um dia na rotina do Hospital Oncológico Infantil Octavio Lobo, em Belém (PA).

Por trás da fantasia de super-herói, a identidade, nada secreta, é do enfermeiro Pedro Walacy. Há seis meses ele trabalha na unidade e mensalmente se veste de super-herói, assim como muitos outros colaboradores da unidade, para de maneira suave tirar por algumas horas o foco incessante dos pacientes e familiares de só pensar na doença.

O projeto “Sou Super-herói” é uma das muitas ações de humanização desenvolvidas no hospital e que buscam dar suporte na batalha contra o câncer infantojuvenil. “O meu filho é muito pequeno e não entende nada, mas só de ver o enfermeiro vestido assim (superman) me fez sorrir um pouco”, disse Maurilene da Silva, mãe do bebezinho que veio do município de Breu Branco para tratar um tumor que apareceu próximo ao fígado.

Na edição do “Sou Super-Herói” desse mês de janeiro, além dos colaboradores fantasiados, o grupo cosplay, Liga do Bem, esteve com seus personagens, como Ladybug, Cat Noir e famoso pirata Capitão Jack Sparrow deixando o dia mais suave no Hospital Oncológico Infantil.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of